Legacy 600: conheça jato da Embraer que caiu na Rússia com adversário de Putin

Legacy é uma família de aeronaves executivas de pequeno a médio porte da Embraer. Eles têm capacidade para transportar entre 7 a 15 passageiros
Imagem: Embraer/Divulgação

O avião que matou o líder da milícia russa Wagner, Yevgueni Prigozhin, nesta quarta-feira (23) era o modelo Legacy 600, da fabricante brasileira Embraer. O voo era entre Moscou e São Petersburgo.

O Legacy é uma família de aeronaves executivas de pequeno e médio porte e alcance intercontinental, com motorização turbofan e capacidade para transportar entre 7 a 15 passageiros. Confira 6 curiosidades sobre este aeronave:

Sucesso desde o começo

Baseando-se no ERJ-145, os engenheiros da fabricante criaram o Legacy, que já nasceu como um avião maduro em vários aspectos. Resultando num imediato sucesso de de vendas, especialmente nos Estados Unidos e na Europa.

O primeiro avião a sair da fábrica da família Legacy foi o Legacy 600, com o primeiro voo ocorrido em 2001. Nos anos seguintes novos modelos foram lançados e atualizados.

Rússia sem manutenção da Embraer

O avião Legacy não recebia manutenção por parte da fabricante Embraer deste 2019 por causa de sanções internacionais.

Avião da fabricante brasileira é considerado seguro e moderno. Imagem: Embraer/Divulgação

Segundo nota enviada pela Embraer, a “empresa tem cumprido as sanções internacionais impostas à Rússia, levando à suspensão do serviço de suporte ao avião desde 2019”.

Mais de 6 mil km

Legacy 600 tem capacidade para 12 a 15 passageiros. A envergadura do avião é de 21 metros; o comprimento, de 26 metros. O jato chega a uma velocidade máxima de 870 km/h, e tem alcance de 6.290 km.

Valor milionário

Quem quiser adquirir uma aeronave do tipo vai precisar tirar a carteira do bolso. O preço médio do Legacy 600 atualmente é de cerca de US$ 14 milhões, o que equivale a R$ 67,9 milhões.

Aeronave é completamente personalizável e oferece luxo para seus ocupantes. Imagem: Embraer/Divulgação

Histórico de acidentes

Em 29 de setembro de 2006, um ExcelAire Legacy colidiu com o Boeing 737 do voo 1907 da Gol Transportes Aéreos enquanto cruzava o estado de Mato Grosso, no norte do Brasil.

O Boeing caiu no chão e todos os 154 passageiros e tripulantes morreram, enquanto o jato da Embraer, apesar dos graves danos, conseguiu continuar voando e conseguiu pousar.

Assine a newsletter do Gizmodo

Gabriel Andrade

Gabriel Andrade

Jornalista que cobre ciência, economia e tudo mais. Já passou por veículos como Poder360, Carta Capital e Yahoo.

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas