A Lenovo revelou hoje diversos laptops com Windows 8. O ponto comum entre eles? Todos se dobram para virar algo além de um laptop – seja um modo tablet, ou apenas para deixar a tela à frente do teclado. Vamos a eles.

Thinkpad Yoga

A conhecida linha ThinkPad voltada para executivos ganhou uma versão dobrável. O ThinkPad Yoga vira a tela em até 360 graus, e assume quatro formas: laptop, tablet, stand (com a tela para fora) e tenda (com a tela e o teclado para fora). É bem fácil girar a tela, mas ela fica relativamente firme ao ser tocada.

Ele tem corpo em liga de magnésio, que o deixa muito agradável ao toque. A touchscreen Full-HD de 12,5 polegadas também responde bem aos comandos, inclusive ao fazer os gestos do Windows 8. (Também há a opção de tela HD com Gorilla Glass.)

No entanto, ele é meio grosso e pesado, especialmente no modo tablet, por ter um formato sem curvas para disfarçar a espessura. Mas, como ele é voltado para o mercado empresarial, talvez não seja um problema.

Aqui temos configurações que chegam a Intel Core i7 de quarta geração e disco rígido de até 1 TB. Nem precisa mencionar que ele é rápido.

SONY DSC

E há um truque no teclado ao ativar o modo tablet: o teclado se retrai. Dessa forma, você não sente as teclas na traseira, o que era meio estranho no Yoga original. No entanto, no modelo que testamos algumas teclas ainda ficavam “pressionáveis” – esperamos que isto seja corrigido na versão final.

O teclado traz o conhecido formato de teclas da Lenovo, além de uma trackpoint (aquela bolinha vermelha). Nele, a tecla Fn ocupa o lugar que costuma pertencer à Ctrl, então você precisa se acostumar. E os botões do trackpad ficam na frente, algo comum na linha ThinkPad.

Para adaptar o ThinkPad Yoga ao uso como tablet, os botões liga/desliga, volume e rotation lock ficam na borda externa. Além disso, a ventoinha solta o ar quente para cima no modo tablet (ou para trás no modo laptop).

SONY DSC

O modelo com tela Full-HD acompanha uma caneta stylus que se encaixa no corpo do laptop. Ela escreve bem, e dá feedback quase imediato, mas não substitui o dedo em alguns casos: no nosso teste, fazer os gestos do Windows 8 nas bordas da tela, especialmente para multitarefa, não funcionou muito bem.

No geral, parece um laptop que talvez ganhe espaço no mercado empresarial, mas que tem visual muito utilitário para consumidores em geral. Para eles, temos os membros da família IdeaPad Yoga.

O ThinkPad Yoga estará disponível em novembro por US$ 949.

Yoga 2 Pro

SONY DSC

O Yoga 2 Pro é o sucessor do IdeaPad Yoga lançado no ano passado. Ele possui touchscreen de 13,3″ com enorme resolução 3200 x 1800, além de grandes ângulos de visão com o display IPS.

Ele é mais fino e mais leve que o Yoga do ano passado (e do que o ThinkPad Yoga), com 15,5 mm de espessura e 1,39 kg. As configurações incluem processador Intel Haswell ULT e 512 GB de SSD.

O teclado é retroiluminado, mas não se retrai como no ThinkPad Yoga – você o sente quando usar o dispositivo no modo tablet. No entanto, ele desliga o teclado para você não digitar por acidente. O apoio para o pulso mantém a textura macia de antes, o que é bem agradável, e o trackpad funcionou bem.

SONY DSC

Ele também assume quatro formas: laptop, tablet, stand e tenda. E ele recomenda software para cada uma das posições: por exemplo, jogos touchscreen no modo tablet, e apps de pintura no modo tenda.

Com o Yoga 2 Pro, vem também uma atualização para o Yoga 11s, modelo com tela de 11 polegadas que agora terá opções de processador Intel Haswell. Ele também possui teclado retroiluminado (que não se retrai) e textura macia por dentro. Notei que nele, o botão Windows na tela funciona melhor por ser físico; no irmão maior, ele é sensível ao toque e não funcionou muito bem.

O Yoga 2 Pro estará disponível em outubro por US$ 1.100.

Flex 14 e Flex 15

SONY DSC

Você pode usar estes laptops também como stands: a tela se dobra em até 300 graus. Não há modo tablet, no entanto. E isso talvez seja algo bom: com telas de 14,1 e 15,6 polegadas, ficaria difícil segurá-los em uma só mão.

O Flex 14 é fino e relativamente leve. Ele possui trackpad espaçoso, apoio de metal para o pulso, porém um teclado sem retroiluminação.

O Flex 15 tem um visual mais premium. A traseira e a tampa são emborrachadas, e o apoio para o pulso é de metal. Há também um teclado numérico; no entanto, o trackpad tem o mesmo tamanho do Flex 14.

SONY DSC

Para ambos, há a opção de touchscreen HD ou Full-HD, mais processador Core i7 de quarta geração, chip gráfico Nvidia GT 740M e até 1 TB de disco rígido. Você também pode escolher SSD ou até mesmo memória NAND flash em alguns casos.

Eles estarão disponíveis a partir deste mês a partir de US$ 630 (ambos os modelos).

O Gizmodo Brasil viajou para Berlim a convite da TP Vision.