No dia seguinte ao anúncio do Microsoft Surface, a LG diz à Bloomberg que não está a fim desse lance aí de tablets: por enquanto, o foco será em smartphones. Ela ficou com medo do Surface? Nada a ver, diz a LG.

Espere, a LG faz tablets? Claro! Como esquecer de sucessos como o Optimus Pad, lançado ano passado em algum lugar? Na verdade, é bem fácil esquecer: no site da LG – tanto o brasileiro como o americano – não há referências sobre qualquer tablet. E nem terá tão cedo, segundo a Bloomberg:



“Nós decidimos colocar todo o novo desenvolvimento de tablets em segundo plano por enquanto, para focar em smartphones”, diz Ken Hong, um porta-voz da LG, em resposta por e-mail às nossas perguntas.

Isto vem no dia seguinte ao anúncio do promissor Surface, da Microsoft, que promete aumentar a concorrência entre tablets e ultrabooks. É por isso que a LG desistiu de tablets? Não segundo a empresa: “a LG não vê o Surface competindo com nada que estamos focando no momento”, disse o porta-voz. A LG já anunciou seus ultrabooks, inclusive no Brasil, mas parece acreditar que o Surface com chip Intel e Windows 8 não vai lhe afetar.

A LG não era muito relevante em tablets, mas será que sua saída aponta para um futuro mais difícil para tablets “premium” com Android? A Microsoft promete muito, tanto em software (Windows 8/RT) como em hardware, e o iPad continua a vender bastante. Para o Android, o jeito é focar em tablets baratos? É o que parece.

Enquanto a LG desiste de tablets, ela reafirma seu foco em smartphones Android. E no Windows Phone? Segundo a Bloomberg, “a LG… ainda está aberta para fazer celulares usando software da Microsoft, diz Hong”. Mas não se engane: a LG já disse que não está muito a fim do Windows Phone. Então só nos resta esperar pelo tal forte concorrente ao Samsung Galaxy S III que a coreana parece estar criando. [Bloomberg via The Verge]

Foto por LG/Flickr