A manchete realmente embaralha a cabeça, mas é isso mesmo. John Abarr, um dos líderes do Ku Klux Klan em Montana, decidiu deixar o grupo para criar um novo, o Rocky Mountain Knights (Cavaleiros das Montanhas Rochosas). A ideia: estabelecer uma versão do KKK que seja aberta a negros, judeus e homossexuais. Uma proposta tão maluca quanto estúpida, e não surpreende que ninguém esteja aderindo a ela.

Leia mais no Extratime: http://extratime.uol.com.br/lider-da-ku-klux-klan-cria-organizacao-pro-diversidade-e-compreensivelmente-ninguem-cai-no-seu-papo/