Depois de vazar acidentalmente imagens do novo MacBook Pro, a Apple anunciou oficialmente o notebook em um evento realizado nesta quinta-feira (27).

Como touchpads sensíveis à pressão podem tornar seu laptop mais útil

A Apple não fez grandes atualizações na sua linha de notebooks nos últimos quatro anos, mas agora chegou a hora de alterações mais profundas. Os novos MacBook Pro vêm em versões de 13 e 15 polegadas, e ambas são mais leves e finas do que os modelos passados, mantendo o corpo inteiro de alumínio. A Apple promete 10 horas de autonomia da bateria em ambos os notebooks.

macbook-4

As duas maiores mudanças dos MacBook Pro estão em uma barra de OLED que fica acima do teclado, e no trackpad.

Vamos começar pelo trackpad. Agora com o mesmo “mecanismo borboleta” do MacBook do ano passado (que deixa as teclas mais finas e mais estáveis), o trackpad tem o dobro do tamanho dos modelos anteriores e é equipado com a tecnologia ForceTouch, que reconhece diferentes níveis de pressão. Essa combinação de tecnologias permite mais espaço para gestos, além de funcionalidades diferentes dependendo da força aplicada a ele.

macbook-2

Substituindo as teclas de função, uma faixa OLED chamada Touch Bar é uma pequena tela Retina com sensibilidade a múltiplos toques que se adapta ao que você está fazendo no momento.

Quando estiver digitando, por exemplo, ela oferece sugestões de palavras seguintes – como fazem teclados de smartphones.

macbook-6

Os atalhos dela são personalizáveis, e você pode colocar um botão para tirar screenshot com mais facilidade, ou o que desejar. Outra opção é exibir nela seus emojis preferidos, ou, dentro do Safari, mover entre uma aba aberta e outra.

A Touch Bar também tem um chip para reconhecimento de digitais – o Touch ID dos iPhones. Você pode acessar seu Mac usando seus dedos, além de poder fazer pagamentos do Apple Pay com ele – o sensor fica no botão de ligar o notebook.

Como sempre, a Apple promete mais potência nos MacBooks Pro, que usam processadores Intel Core Skylake e chip gráfico AMD Polaris no modelo de 15 polegadas (O MacBook Pro de 13 polegadas vai usar o chip gráfico integrado da Intel.). A tela é 67% mais brilhante e tem 25% mais cores. Eles vêm com quatro portas Thunderbolt 3 – nada de USB convencional – e todas podem ser usadas para carregar a bateria, ou então como portas USB-C.

macbook-3

Os novos MacBook Pro entraram hoje em pré-venda nos EUA. A Apple os venderá em três versões:

– 13 polegadas com a barra de funções convencional, disponível hoje a partir de US$ 1.499;

– 13 polegadas com a Touch Bar, por US$ 1.799;

– 15 polegadas com a Touch Bar, por US$ 1.999.

Esses dois últimos serão entregues a partir das próximas duas ou três semanas.

No Brasil, como era esperado, eles são bem caros. O MacBook Pro de 13 polegadas sem a Touch Bar custará R$ 11.499. Com a Touch Bar, ele sai por R$ 13.899. Já o de 15 polegadas vai custar R$ 15.299. A loja online da Apple disponibiliza uma página com os notebooks, mas não é possível encomendá-los, e não há previsão de entrega deles por aqui.

emm5oawiz6ybprayybeh

Eles vão substituir os MacBook Air. Os novos modelos são mais finos e potentes que os antigos MacBook Air, que nunca receberam nem a tela Retina dos outros notebooks da Apple. A empresa vai continuar vendendo enquanto durarem os estoques do MacBook Air, mas desista de ver uma atualização dele no futuro.




O novo Macbook Pro foi o destaque do evento de hoje da Apple: ele é fino, leve e ostenta um trackpad grande, mas a mudança mais notável é a Touch Bar.

Trata-se de uma faixa touchscreen com resolução Retina que substitui as teclas de função, e que muda dinamicamente de acordo com o app que está em uso.

Além das ações padrão que estamos acostumados a realizar nessa área do teclado (volume, brilho etc.), eis tudo o que é possível fazer com a Touch Bar: