Um dos exames mais temidos pelas mulheres é a mamografia. Compreensível, já que se trata de um procedimento incômodo em uma área delicada e sensível do corpo, repetido anualmente a partir da faixa etária dos 40 anos. A quantidade de radiação também preocupa muitas pacientes.

Se toda mulher deve repeti-lo com tanta frequência, por que não pensar em soluções para isso, tornando a experiência mais agradável e menos preocupante? Foi o que a Philips fez com o mamógrafo Microdose, lançamento no Brasil apresentado durante a 45ª Jornada Paulista de Radiologia, em São Paulo.



Bruno Gugelmin, gerente de marketing e produto da marca, explicou como o novo aparelho funciona: “O Microdose diminui a radiação em até 50% se comparado com outros aparelhos do mercado. Quem faz esse exame procura um câncer, mas como a radiação pode ser uma das causas do problema, é preciso evitá-la em uma mulher saudável”, diz.

2015-05-02 11.04.02

Esse é um ponto importante para pacientes com histórico do problema na família e que precisam fazer o exame com maior frequência. Com a novidade da Philips será possível realizá-lo num intervalo de tempo menor de acordo com a necessidade, já que há menos radiação invadindo o corpo: “Uma mulher com maiores chances de ter a doença poderá fazer mamografia de oito em oito meses, por exemplo”, afirma Gugelmin.

Ele ainda aproveitou para destacar as demais novidades desse modelo, com uma tecnologia única em imagem: “O detector é digital e espectral, a contagem do fóton é feita diretamente. São passos a menos na conversão do sinal, que se torna mais preciso. A resolução é de 50 micros, nenhum outro aparelho tem algo menor do que isso. Se há uma estrutura muito pequena que eu preciso enxergar, ela será vista”, explica.

O Microdose acompanha um software de medição de densidade mamária, importante para avaliar o fator de risco das pacientes. De acordo com Gugelmin, a tecnologia utilizada não abre margem para diferentes interpretações de leitura do exame.

O design da máquina também foi pensado para amenizar o desconforto causado durante a mamografia, com um suporte curvo que acomoda melhor a mama, ajustado ao corpo feminino. O aparelho também é aquecido para evitar o típico choque térmico causado pela temperatura fria do interior das salas onde o exame é realizado.

Relaxando com o Spotify. Alguns pacientes sofrem desconforto considerável durante exames como a mamografia, causado por diversos motivos: medo, dor, ansiedade, preocupação etc. Que tal ambientar sua sala com a playlist exclusiva criada pela Philips no Spotify e criar um clima mais tranquilo? Siga nosso canal e fique sempre por dentro das nossas novidades.

tela

Acompanhe esta e outras notícias na página da Philips Healthcare: http://philips.to/1JePY36.