A Microsoft tem vários planos para o futuro do Kinect que vão além de jogos no Xbox. Um deles pode estar na patente “Criação de Filmes na Sala de Estar”: você poderá editar vídeos usando gestos, e criar filmes usando motion capture.

Mas o Kinect ainda é pensado para jogos, então a Microsoft tem outra patente na manga: câmeras portáteis que mapeiam toda a sua sala em tempo real.

A primeira patente traz várias novidades fáceis de entender:

Vídeos podem ser dirigidos, capturados e editados usando um sistema que inclui uma câmera de profundidade. Um set de filmagem virtual pode ser criado usando objetos comuns na sala de estar como complementos virtuais. O sistema é capaz de capturar movimentos de atores usando a câmera de profundidade, e é capaz de gerar um filme baseado nos movimentos. Portanto, não há necessidade dos atores usarem quaisquer marcadores especiais para detectar seu movimento.

Ou seja, sua sala pode virar um estúdio simples: além de editar vídeos usando gestos, você poderia criá-los usando a câmera do Kinect. A ideia não é filmar você deitado no sofá: é capturar seus movimentos e reproduzi-los – em uma animação, por exemplo. Essa técnica se chama “motion capture”, e é usada em muitos filmes: por exemplo, em Tron – O Legado, para criar o Jeff Bridges virtual e mais novo. Os movimentos reais do ator são reproduzidos pelo modelo 3D. Você poderia fazer algo semelhante na sua casa, caso a patente se torne realidade.

A segunda patente é um pouco mais ampla, mas a ideia central é simples: um sensor móvel, como uma câmera infravermelho, se move pela sala e gera um mapa dos arredores em tempo real. Uma das aplicações da patente seria em jogos, mas a Microsoft não deixa tão claro como isso poderia funcionar:

O sensor móvel pode ser utilizado com um sistema de jogo ligado a uma tela. Por exemplo, o jogo pode ser de golfe, de boxe, de corrida ou outro tipo… Dados do console, como o estado do jogo ou metadados sobre ele, podem ser fornecidos ao sensor. Além disso, as informações do sensor podem ser usadas pelo console para influenciar o andamento do jogo.

Este pode ser um Kinect em esteroides, e pode ir além de jogos: a patente cita navegação veicular, aplicações médicas e até robôs. Seja qual for a aplicação real desta patente – se um dia ela for usada em algum produto – parece que a Microsoft vê um futuro bem interessante no Kinect. [USPTO 1, 2 via Engadget]