Na TechFest 2010, em Redmond, a Microsoft demonstrou o T³: The Translating! Telephone. Como mostra o vídeo, ele faz o que o nome indica – traduz.

Imagine um sistema VoIP que captura todas as suas chamadas e converte-as em texto que pode ser armazenado e pesquisado. Só isso já é fantástico – principalmente se você costuma usar gravações de entrevistas e conferências. E imagine isto, então: o sistema pode traduzir para outra língua qualquer coisa que você diz. Em tempo real.

O vídeo no topo mostra a prova de conceito montada pela equipe de pesquisa, que funciona com inglês e alemão, as línguas nativas dos desenvolvedores Kit e Frank. É possível notar que o sistema sofre do mesmo desajeitamento ocasional de um tradutor de texto online – é algo esperado, pois ele usa a mesma tecnologia do tradutor do Bing.

Foi engraçado para os desenvolvedores descobrir como a sua língua falada difere da escrita. Para uma monitoração extra da qualidade da tradução, eles configuraram o sistema de teste para retraduzir a fala traduzida, ou seja: inglês-alemão-inglês. Pressenti que veria um grande momento da poesia moderna, mas não teve jeito: quando a conversa se torna rápida e casual, o que geralmente rola é mais como “garbage in, garbage out” (lixo entra, lixo sai).

O legal é que uma ferramenta de software como essa pode ser usada nas situações mais diversas, como um recurso de tradução ao vivo para videochat, uma opção para chamadas de conferência, ou – no cenário mais sensacional e menos provável – uma função de um competidor do Google Talk com a marca da Microsoft em celulares Windows Phone. Pena que dificilmente isto vai acontecer.

[Microsoft Research]