Está na hora de dar tchau: a partir desta terça-feira (20), a Microsoft vai desativar o suporte a notificações push em smartphones com Windows Phone 7.5 e 8. Se você ou um amigo tem um telefone com um desses sistemas, é melhor ficar esperto, pois vão parar de funcionar serviços bem importantes.

Na prática, o smartphone não vai mais receber notificações, não terá atualizações das live tiles e o recurso “Find my phone” não vai mais funcionar.

Como tornar o Android a melhor alternativa para o falecido Windows Phone

Na real, não receber notificações não é tão ruim — às vezes enche a paciência, sem contar que é um recurso proposital para viciar os usuários. Porém, não ter a funcionalidade para encontrar o aparelho em caso de perda ou roubo, aí já é mais grave. Lógico, mais triste que tudo isso é o fato de a plataforma nunca ter sido competitiva no que diz respeito a aplicativos.

Apesar do fim do suporte, a página da Microsoft com o anúncio faz questão de ressaltar que as notificações continuarão em aparelhos com Windows Phone 8.1 e Windows 10 Mobile. Só resta saber até quando.

Este é só mais um prego no caixão da plataforma móvel da Microsoft. Como lembra o The Verge, em outubro do ano passado, a companhia anunciou que não vai mais desenvolver recursos para smartphones com Windows 10. O suporte à plataforma, que inclui atualizações de seguranças e correções de bugs, será mantido por um tempo.

Desde 2016, a empresa tem dado sinais de que deixaria de lado seus esforços de criar uma plataforma móvel alternativa ao iOS e ao Android. Por um bom tempo, houve alguns rumores de que poderia haver um Surface Phone, um aparelho topo de linha da marca, mas que nunca virou realidade.

No ano passado, Joe Belfiore já tinha dado a letra de que não há muitas mais esperanças para empresa no ramo de smartphones. Ele justificou a saída da empresa do setor pelo baixo número de usuários e desenvolvedores.

Agora, a estratégia móvel da empresa está concentrada em criar aplicativos para outros sistemas, como iOS e Android. Recentemente, a Microsoft lançou uma versão do Edge para a plataforma do Google, sem contar nas dezenas de apps já apresentados, como o Office Lens e o Microsoft Launcher.

[The Verge]

Foto por Mauro Fuentes/Flickr