Em janeiro, o Office foi lançado em duas modalidades: ou via assinatura (Office 365); ou via licença única (Office 2013). Mas esta versão tradicional tem muitas restrições: por exemplo, você não podia transferir sua licença para outro PC. Felizmente, isto mudou.

A Microsoft Brasil confirma hoje em seu blog oficial que esta transferência é permitida para usuários brasileiros. Você desinstala sua cópia de um PC, e pode usá-la em outro computador – seu ou de terceiros. É o mesmo que vale para o Office 2010; a Microsoft apenas voltou atrás.



No entanto, a Microsoft diz à ZDNet que você precisa fazer a reativação do Office 2013 via telefone: quando você fizer a ativação, escolha “Desejo ativar o software por telefone” e ligue para o número. Vai demorar alguns meses até que seja possível reativar o Office via internet: os servidores precisam ser atualizados, diz a empresa.

Só é possível migrar o Office 2013 uma vez a cada noventa dias, a menos que aconteça alguma falha de hardware – aí você pode migrar antes. Segundo a Microsoft, a cláusula abaixo fará parte de uma atualização futura dos termos, mas começa a valer imediatamente:

Posso transferir o software para outro computador ou usuário?

Você pode transferir o software para outro computador que pertença a você, mas não mais do que uma vez a cada 90 dias (exceto por falha de hardware, que poderá ocorrer antes). Se você transferir o software para outro computador, essa outra máquina se tornará um “computador licenciado”.

Você também poderá transferir o software (junto da licença) para um computador de propriedade de outra pessoa se: a) você for o primeiro usuário licenciado do software e b) o novo usuário concordar com os termos desse acordo antes da transferência. A qualquer momento que você transferir o software para um novo computador, você deve remover o software do computador anterior e você não poderá reter quaisquer cópias.

Nos termos antigos, se você comprasse outro PC, por exemplo, seria necessário comprar uma nova licença do Office 2013 – já que ela ficava atrelada a um só computador. Agora não há mais este empecilho.

A mudança foi feita com base “na opinião de nossos clientes”, diz a Microsoft. A decisão de limitar o Office 2013 desta forma foi vista com maus olhos, como uma forma de empurrar clientes para o Office 365 – este, sim, oferece cinco licenças transferíveis para instalar em PCs ou Macs.

Dúvida sobre atualização

Quem comprar o Office 2010 no período promocional tem o direito de atualizar para o novo Office 2013 sem pagar nada a mais. Com a mudança nos termos, agora você pode transferir esta cópia gratuita para outro PC.

Mas esta promoção também gerou dúvidas. Afinal, mesmo que você compre o Office 2010 Family Pack – que oferece três licenças – você só terá direito a uma cópia do Office 2013 (ou a um ano gratuito de Office 365).

É que, como nos explica a assessoria da Microsoft, você não recebe uma cópia de atualização: esta é uma licença adicional. Ou seja, você pode instalar o Office 2013 em um computador, e o Office 2010 em outros três PCs. (Vale lembrar: você pode transferir suas licenças do Office 2010 entre PCs.)

A promoção vale para licenças adquiridas entre 19 de outubro e 30 de abril. Mais detalhes aqui.


Compras realizadas nos links acima poderão fazer com que ganhemos uma porcentagem da operação.