A Microsoft não quer saber de fabricar dispositivos Android – a linha Nokia X foi abandonada – mas quer estar presente no ecossistema do Google. Como fazer isso? Através de parcerias com doze fabricantes, incluindo Samsung e Dell.

A empresa anunciou que expandiu sua parceria com a Samsung para pré-instalar o Word, Excel, PowerPoint, OneNote, OneDrive e Skype nos tablets da coreana.

Quais tablets? Segundo o TechCrunch, esta será uma decisão conjunta entre Microsoft e Samsung – se uma delas não quiser o software extra em um tablet, ele não será adicionado.

Os apps da Microsoft já estão presentes no Galaxy S6 e S6 Edge, sem substituir as alternativas do Google – obrigatórias para embutir a Play Store nos dispositivos. Os dois smartphones também virão com 100 GB de espaço no OneDrive por dois anos.

Estes mesmos apps virão pré-instalados em tablets Android da Dell, da taiwanesa Pegratron e de outras nove fabricantes regionais.

Isso significa que a Microsoft levará seus serviços concorrentes para mais dispositivos Android. Os apps do Google ainda estarão lá, mas o usuário terá uma alternativa assim que usar o tablet pela primeira vez: em vez do Google Drive, ele talvez use o OneDrive e os apps do Office; em vez do Hangouts, ele pode testar o Skype; e assim vai.

Isso também significa mais bloatware em dispositivos Android. No caso da Samsung, é impossível desinstalar os apps da Microsoft: você só pode desativá-los. Eles sumirão da gaveta de apps, mas ainda ocupam espaço no dispositivo, como você pode ver no vídeo acima do MobileSyrup.

Peggy Johnson, vice-presidente executiva da Microsoft, explica em comunicado que “isso faz parte da visão da empresa, focada em dispositivos móveis e na nuvem… tornando estes serviços disponíveis no dispositivo em vez de exigir que os consumidores os baixem separadamente”. [Microsoft via Business Insider e TechCrunch]

Imagem por Microsoft