Você já aceitou o fato de que, no futuro, vai precisar prender um headset ou algo do tipo no rosto só para aproveitar um entretenimento básico? Bem, se esse futuro for sensacional como é neste vídeo conceitual da Microsoft sobre o HoloLens, eu estou pronto.

>>> A nova versão do HoloLens da Microsoft está entre nós, e é fantástica
>>> HoloLens usa realidade mista para mudar a experiência de comprar um carro



A Microsoft é patrocinadora da NFL (maior liga de futebol americano do mundo), e antes do Super Bowl – a final do campeonato de futebol americano – a empresa divulgou um novo vídeo mostrando como o HoloLens poderia mudar a forma como as pessoas assistem a esse esporte em um futuro próximo.

Você pode ler mais sobre o vídeo conceitual no blog da Microsoft, mas, para sua conveniência e esclarecimento, eis um resumo do que a Microsoft imagina que você poderá fazer em breve.

hololens-2

Uma das coisas que você precisará é de uma sala cheia de amigos, com todos usando o HoloLens – cuja versão para desenvolvedores custa US$ 3.000. O jogo não fica restrito à TV: você pode assistir a uma parte muito mais ampla de todo o estádio.


hololens-5

Um holograma 3D descrevendo a localização e condição do tempo no estádio também pode aparecer no meio da sua sala de estar.


hololens-3

Aqui vemos um app de fantasy football para a tecnologia. Conforme você assiste ao jogo, informações e estatísticas aparecem na sua frente, e dá para interagir com essas coisas usando gestos simples.


hololens-6

As aplicações mais legais possíveis talvez sejam os conceitos de replay instantâneo. Imagina como seria transformar uma mesa de centro em um holograma 3D com um replay, e deslizar o dedo por ela para mudar o ângulo de visão e a linha do tempo do vídeo.


hololens-4

E, com um simples movimento de pinça, esse cara fez um holograma de um jogador de futebol aparecer da parede. Não é isso o que você sempre quis?


Vídeos conceituais sempre são animadores, mas raramente refletem uma realidade imediatamente atingível. Lembra-se deste vídeo do Google Glass? Veja só o que ele se tornou.

O que importa aqui é que, pela primeira vez, a Microsoft está voltando a atenção para usos de consumidores para a sua tecnologia. Até agora, ele foi basicamente um produto para desenvolvedores – uma versão para eles será distribuída nos próximos meses. Sim, as ideias desse conceito estão anos distantes da realidade; mas, pelo lado bom, eu nunca imaginei que assistir a um jogo de futebol americano pudesse ser mais divertido.

[Microsoft Devices Blog]