O Centro Espacial de Surrey, do Reino Unido, anunciou que a missão para coleta de lixo espacial, RemoveDEBRIS, vai ser lançada no início do próximo ano. Já existem muitas tecnologias para remover as mais de 7.000 toneladas de lixo que ficam na órbita da Terra, representando um risco de colisão para satélites e naves espaciais. Mas a missão RemoveDEBRIS é a primeira que vai testar alguns métodos para ver como eles se saem na tarefa de recolher a maior quantidade de lixo.

>>> Assista a 60 anos de lixo espacial se acumulando em torno da Terra
>>> Um pedaço misterioso de lixo espacial está em rota de colisão com a Terra
>>> Veja um mapa que mostra em tempo real todos os objetos que estão orbitando a Terra

De um lado, temos a rede espacial, que é basicamente uma rede gigante feita para capturar pedaços pequenos e grandes de lixo que estão à deriva no espaço e trazê-los de volta ao nosso planeta. Outro método é o arpão espacial, que consiste em uma espécie de arpão que atingirá pedaços individuais de lixo, puxando-os para a aeronave. Em ambos os casos, a ideia é trazer o lixo de volta para ser queimado em nossa atmosfera.

Há ainda uma terceira opção, que consiste em colocar uma vela de arrasto (ou vela solar) nos futuros satélites a serem lançados. A ideia é ativar a vela e tirar o lixo espacial de sua órbita, com a ajuda de fótons de luz vindos do Sol. Este processo fará com que o lixo venha em direção à Terra e seja destruído ao entrar em contato com nossa atmosfera.

Porém, sejamos práticos. Estamos falando de arpões espaciais e redes gigantes, então vamos gastar menos tempo nos preocupando na inclusão de velas de arrasto, e falar de coisas mais divertidas como ver o arremesso do arpão especial durante a caça de lixo espacial.

Observe este modelo de demonstração feito pelo Centro Espacial de Surrey e que está sendo exibido no The Royal Society:

harpao-lixoespacial

E a rede:

rede-lixoespacial

Esta aqui é a vela de arrasto:

dragsail-lixoespacial

Em seu estágio inicial, a RemoveDEBRIS vai testar qual dessas três ferramentas é mais efetiva na coleta de lixo espacial, sem a tentativa de fazer uma limpeza em grande escala.

Infelizmente, esta missão inicial não vai coletar o lixo existente. Primeiro, a RemoveDEBRIS vai jogar novos pedaços de lixo espacial na órbita e tentar pegá-los. Para ter uma ideia do processo, imagine uma equipe de limpadores de acostamento de estrada que joga um monte de latinhas no local para depois pegá-las, uma a uma. Isso torna o teste mais justo, no entanto, porque o arpão, essa espécie de boia e a rede tentarão capturar lixo de formatos e tamanhos conhecidos.