No que pode parecer ser sua última chance de recuperar alguma relevância no mercado de celulares – e sobreviver na guerra atual –, a Motorola confirmou a aposta no Android em uma declaração oficial, em resposta a rumores: