Eis o calcanhar de aquiles do GT660: o processador, mesmo sendo um Core i7-740M, de 1,73GHz e aguentando praticamente qualquer jogo atual, não é o modelo mais moderno de processadores. Os novos chipsets Sandy Bridge, da Intel, já foram debulhados em vários reviews e já há uma unanimidade de que a nova arquitetura é bem superior. Pode parecer exagero de nossa parte, mas, ei, estamos falando do nicho de mercado mais exigente em termos de configuração. E já há máquinas com Sandy Bridge pelo mesmo valor no mercado.

Apesar dos pesares, o GT660 continua sendo uma máquina monstruosa com algumas promessas interessantes, como o sistema de aumento de resfriamento por meio de botão físico, portas USB 3.0 e tela de 16 polegadas retroiluminada por LED. Ele chega em breve em uma extensa lista de lojas de varejo.