Não é uma boa ideia usar o Facebook para tentar acusar um ex-amante de crimes. Uma mulher dos EUA aprendeu essa lição do jeito mais difícil depois de criar uma conta falsa do ex-namorado no Facebook para tentar acusá-lo de perseguição, sequestro e agressão.

Fazer uma cobrança pública de dívida no Facebook não é uma boa ideia
Usar o Facebook na prisão dos EUA pode aumentar pena em 37 anos — na solitária

Stephani Renae Lawson de Orange County, na Califórnia, se declarou culpada de dois crimes – um de falso aprisionamento e um de perjúria. Ela foi condenada a um ano na prisão.

Lawson viveu com o namorado (na casa dos avós dele) por dez meses antes de tudo o que aconteceu. Ela foi expulsa de lá por espancar o namorado, segundo o Orange County Register. Foi aí que os problemas maiores começaram.

Pouco depois de ser chutada da casa em que viveu por quase um ano, Lawson criou uma conta false do ex-namorado no Facebook, e começou a enviar para si mesma mensagens agressivas. Então, em um período de quatro meses, ela repeditamente denunciou ele para a polícia e o acusou de diversos crimes.

Ela não parou aí. Lawson continuou enviando ameaças para si mesma durante meses. Quando um procurador local conduziu uma investigação, ele descobriu que as mensagens vinham do mesmo endereço de IP de Lawson – ou seja, ela estava enviando as mensagens para ela mesma.

Agora ela vai passar um tempo na cadeia, depois mas três anos em liberdade condicional. As acusações contra o ex-namorado por perseguição, sequestro e agressão foram arquivadas no mês passado.

[The Orange County Register]