Você ouviu falar sobre a revelação de uma fita confidencial da NASA, na qual os astronautas da missão Apollo 10 teriam gravado uma música alienígena na Lua? Pois bem, o fato é que a fita não é confidencial, não possui sons alienígenas, e muito menos música. Inclusive, você mesmo pode ouvir e tirar suas conclusões.

Folha e o Estadão dizem que membros da Apollo 10 “ouviram música estranha na Lua”. O jornal O Globo afirma que estes astronautas ouviram uma “música do além”. Enquanto isso, o jornal O Dia diz que a “NASA não sabe explicar música estranha na Lua”. O som “misterioso” também virou notícia no portal Terra, no jornal Gazeta do Povo, e em diversos sites internacionais.

Você pode ouvir o áudio abaixo, ou neste link da própria NASA, a partir do ponto 2:50.

A tripulação ouve o suposto barulho alienígena, que lembra uma espécie de sussurro. Na sequência, é possível ouvir o piloto Gene Cernan imitando um som de assobio em seu rádio numa mensagem para seus companheiros de tripulação, antes de fazer algo muito importante: ir pegar um suco de uva.

A transcrição do áudio está disponível ao público desde 1973, e pode ser acessada na íntegra neste link. Eis o trecho relevante:

Piloto do módulo lunar Eugene A. Cernan: Essa música até parece do espaço sideral, né? Você ouviu? Aquele som de assobio?

Comandante Thomas P. Stafford: Sim.

Cernan: Uuuuuuuuuu. Uma coisa, o seu —

Piloto do módulo de comando John W. Young: Você ouviu esse som de assobio também?

Cernan: Sim. Parece, você sabe, uma música do espaço sideral.

Young: Eu me pergunto o que será isso.

Cernan: Ei, Tom. O seu — o seu isolamento está queimado, na parte frontal da janela aqui? Bem no —

Stafford: Sim.

Cernan: O meu está todo queimado também. Isso não é estranho — misterioso, John?

Young: É, eu também estou com isso aqui. (…) e ver quem estava lá fora.

Stafford: Anote esses detalhes, Gene. Eu vou pegar suco de uva para a gente, ok?

Young: OK, cara.

transcricao nasa apollo 10

Relembrando o incidente de 47 anos atrás, Cernan diz à NASA (grifo nosso):

Não me lembro de esse incidente ter sido emocionante o bastante para ser levado a sério. Provavelmente era interferência do rádio. Se nós achássemos que era algo diferente, nós teríamos informado a todos após o voo. Nós nem ligamos direito para isso.

Bom, então não são alienígenas, nem música, mas e sobre essa história de que a gravação esteve oculta por várias décadas, talvez em algum esconderijo do governo americano?

Nós falamos com o historiador-chefe da NASA, Bill Barry, sobre os caminhos pelos quais essa fita passou nos últimos anos:

Você está certa em dizer que o áudio não foi recentemente declarado público. O pequeno trecho, que motivou uma grande discussão na internet nos últimos dias, vem do módulo de gravação lunar da Apollo 10. Toda a comunicação entre a Terra e o espaço era pública, e na cabine de gravação de voz (este não é o nome oficial, mas é isso exatamente o que ela faz) as fitas eram transcritas e estudadas na Terra após as missões.

Como ocorre nesses procedimentos, nós não oferecemos essas transcrições ao público logo após a missão. (Imagine o efeito se todo mundo no lugar onde você trabalha soubesse que tudo que você disse seria imediatamente revelado ao público.)

Em 1973, quatro anos após as gravações serem feitas, elas estavam disponíveis no US National Archives and Records Administration. Elas foram postadas no site da NASA em 2012 (você pode ouvi-las aqui, inclusive).

As gravações passaram despercebidas por décadas até alguns dias atrás, quando o Science Channel as divulgou como se fossem exclusivas, em uma campanha para sua nova série sobre arquivos não-explicados da NASA.

A NASA, no entanto, é muito clara em dizer que não há nada inexplicado sobre esse pequeno trecho de áudio que você ouviu — embora Barry observe que restou uma questão sobre o assunto: “por que eles pensaram que isso seria de interesse para a mídia, isso ainda não está claro para a gente”. [NASA]