Boa parte dos campuseiros foi surpreendida na hora de ligar suas máquinas na tomada ou recarregar a bateria dos seus gadgets. A organização do evento adotou sem dó nem piedade o novo e controverso padrão de tomadas em todas as mesas, e quem não trouxe adaptador teve que se virar nos 30. Melhor dizendo: nos R$12.

No primeiro dia, vi algum papo (e uns tantos tweets) sobre o descontentamento com a adoção do novo padrão e a necessidade de adaptadores. Tão certo como um mais um são dois, um problema comum a muitas pessoas nada mais é do que uma oportunidade de negócios:

Como se premonitoriamente seguindo o conselho do tweet acima, Jonatas Magnum armou a sua barraca de modo diferente: o comerciante abriu um pequeno estande na área Expo e Lazer da feira especialmente para vender adaptadores. Quanto sai? Um adaptador praticamente igual ao que é vendido pela Kalunga por R$5,60, na Campus Party custa R$12. Mas espere! Não ligue ainda! Comprando dois, você ganha um desconto, e o preço vai para R$10!

Conversei com o Jonas e ele me contou que os negócios vão bem. São vendidos “cerca de 60” todos os dias. “Acho que é isso, não contei muito bem”.

O que ele não sabe é que pode estar sendo apenas um fornecedor: já vi gente comprando lá por R$10 e vendendo a desavisados por R$20. É bom ficar de olho.