iPhones pequenos! Este é o maior boato hoje sobre a próxima geração do iPhone. Uma fonte do Wall Street Journal até viu um protótipo que tem “cerca de metade do tamanho do iPhone 4” e “planejado para ser vendido junto à linha atual do iPhone”. Aí o New York Times chega e diz:

Os engenheiros da Apple estão concentrados atualmente em terminar a próxima versão do iPhone, que provavelmente deve ser semelhante ao iPhone 4 atual em tamanho, disse uma das pessoas. A pessoa disse que a Apple não está planejando apresentar um iPhone menor tão cedo.

E por que não? O NYT corrobora vários relatos de que a Apple quer fazer um iPhone mais barato, mas diz que eles querem fazer isso usando componentes mais baratos, já que um aparelho menor não seria menos caro de se fabricar, mas seria mais difícil de se usar. Segundo a fonte principal do NYT, que “trabalhou em diversas versões” do iPhone: “Ainda que os componentes do celular, incluindo quantidade de memória ou qualidade da câmera, poderiam mudar para oferecer um modelo menos caro, o tamanho do aparelho não iria variar”.

Mas teríamos dois iPhones sendo lançados este ano? Um executivo sênior da Apple disse em uma “reunião privada” recente que não faria sentido ter vários modelos do iPhone – só o modelo atual e o da geração passada, vendido a preço menor.

Ou seja, a Apple aparentemente só quer fazer um iPhone com componentes mais baratos, pra quem sabe reduzir o preço e concorrer de forma mais pesada com o Android. Falando nisso, para concorrer com os serviços do Google, o serviço MobileMe – que custa US$99 ao ano mas “fracassou em se popularizar” – deve se tornar gratuito, e permitir que os usuários sincronizem arquivos sem usar cabos. [New York Times]