Muitas pessoas estão convencidas de que a NASA reescreveu o mapa do zodíaco. Não é verdade! Esta é a história real por trás do boato.

É por isso que os horóscopos são um amontoado de besteiras
Viagem da NASA até asteroide pode ajudar a revelar a origem da vida na Terra

A “notícia” que a NASA mudou o zodíaco apareceu na edição britânica da Cosmopolitan, e rapidamente se espalhou para o Yahoo, AOL e outros sites, alegando que a agência espacial emitiu um novo mapa do zodíaco, acrescentando um 13° signo (ofiúco/serpentário) e deslocando as datas dos outros doze signos.

A parte mais estranha nessa história não é a mudança do zodíaco, e sim acharem que a NASA subitamente resolveu escrever sobre horóscopo. Claro que não houve nenhuma mudança na missão da agência.

“A NASA estuda astronomia, não astrologia”, assegurou Dwayne Brown, porta-voz da NASA, ao Gizmodo. Então por que astrólogos estão convencidos de que a NASA está recalibrando o horóscopo?

Estranhamente, a fonte do rumor parece resultar de uma interpretação errada e bizarra de uma página educativa que a agência lançou para crianças.

Os sites que publicaram as matérias equivocadas usam como fonte um link para uma página real da NASA. Trata-se do “Space Place”, um site educacional no qual crianças podem brincar com uma versão animada do rover Curiosity ou descobrir uma receita da NASA para cookies.

A página Space Place não mede palavras quanto à opinião da NASA sobre astrologia: “não é ciência”, ela observa, debaixo de uma manchete dizendo “Em primeiro lugar, astrologia não é astronomia”.

O que absolutamente não aparece na página é qualquer recálculo do zodíaco. Em vez disso, a NASA oferece uma explicação para crianças curiosas de que os signos foram criados há 3.000 anos pelos babilônios, que os ligavam às constelações que viam no céu.

A agência observa que, nos milhares de anos desde então, a posição destas constelações mudou devido a uma pequena oscilação no eixo da Terra. Isso significa que essas constelações não estão nos mesmos pontos hoje do que na época dos antigos babilônios.

“Nós não alteramos quaisquer sinais do zodíaco, só fizemos as contas”, disse Brown ao Gizmodo por e-mail. “O artigo do Space Place fala como astrologia não é astronomia, como ela é uma relíquia da história antiga, e aponta a ciência e a matemática que vieram a partir de observações do céu noturno.”

Como esta informação da NASA foi transformada em uma alteração do zodíaco, ainda não está muito claro. Por enquanto, saiba que, apesar do que você pode ter lido na internet esta semana, a NASA não tem absolutamente nenhum interesse em seu signo do zodíaco.

A constelação de Escorpião interessa à NASA. Você ser do signo de escorpião, não. (Imagem: NASA)