O batalhado programa OLPC, já cambaleando por causa de demissões e reduções de salário, está fazendo uma tentativa final para manter-se à tona: abrir o código de tudo e esperar que empresas o suficiente copiem o design para torná-lo rentável.

A notícia foi dada pelo próprio Nicholas Negroponte, principal homem do OLPC, durante comentários da conferência TED 2009 da semana passada.

O blogueiro Ethan Zuckerman, relatando direto da TED, disse que Negroponte espera que o novo design de hardware em código aberto seja “algo que todos copiem”.

“Mercados comerciais não têm limite para detê-lo. É mais ou menos uma tragédia”, diz Negroponte. “Assim, o futuro do Um Laptop Por Criança (OLPC) é ir ‘de caixa alta para caixa baixa’ para ‘construir algo que todos copiem’”.

De acordo com Negroponte, o design aberto levará as empresas de todo mundo a gerar 5 a 6 milhões de máquinas por mês ao longo de três anos. Isso dá um monte de máquinas verdes com aquelas estranhíssimas antenas Wi-fi alienígenas.

E apesar de isto soar tecnicamente mais como um acordo de licenciamento do que um verdadeiro “código aberto”, será interessante ver o que as empresas vão bolar usando o design OLPC ao longo dos próximos anos. Isso se pegar, claro. [Ethan Zuckerman via CNET]