Estamos ansiosos esperando a chegada da Netflix, serviço de aluguel de filmes por DVD ou Blu-ray (com entrega em casa) e streaming, que deve chegar ao Brasil nos próximos meses. Enquanto isso, nos EUA, a Netflix aumentou os preços, separando os planos de aluguel via mídia física e via streaming, cobrando US$8 pela assinatura mensal de cada um. O problema é que, para o que eles oferecem via streaming, isso é caro demais.

Caro demais para os padrões americanos, claro. Antes, eles pagavam US$10 por mês para alugar 1 DVD por vez (e quantos quiser no mês) mais streaming ilimitado; agora, têm que pagar US$8 por mês para alugar DVD, e mais US$8 se quiserem streaming ilimitado – US$16 (ou R$25) no total. Só para comparar, um plano de 1 DVD por vez (com aluguel ilimitado) mais streaming custa R$35 no Brasil pela NetMovies.

Mesmo assim, US$8 só para streaming é muito caro – nos EUA, há alternativas melhores. Diz Adrian Covert, do Gizmodo americano:

Mas eis o problema: agora, a biblioteca de streaming do Netflix é um lixo… Ela é cheia de filmes velhos e esquecidos que as pessoas já viram ou nem querem ver. Às vezes bons filmes e programas de TV aparecem, mas eles geralmente desaparecem semanas depois.

Este é o mesmo problema do NetMovies: este serviço funciona no Brasil nos mesmos moldes do Netflix, oferecendo assinatura mensal para aluguel de DVD e Blu-ray, com entrega em casa, e filmes via streaming. Felizmente, os planos do Netmovies são semelhantes ao antigo plano do Netflix: discos em casa mais streaming ilimitado. Mas, infelizmente, o catálogo de filmes para streaming do Netmovies é muito fraco, também com filmes menos relevantes.

Nos EUA, a oferta de serviços de streaming para filmes é muito boa: o Hulu Plus custa US$8 por mês, assim como o Netflix Streaming, mas tem uma oferta de filmes mais ampla – e uma oferta inigualável de séries de TV. Também existe o serviço de streaming da Amazon, o Instant Video: você paga US$79 por ano (US$6,50 ao mês) e pode ver 5.000 filmes e programas de TV. As operadoras de TV a cabo nos EUA também oferecem streaming e canais sob demanda.

No Brasil, a oferta de serviços é bem menor. Alugar filmes pela internet ou requer assinatura de TV a cabo (como o Net Now e a Sky On Demand), ou custa caro (como a Terra TV), ou tem oferta fraca de filmes (como o Assine Já e a própria NetMovies). Há alguma esperança no futuro: a Netflix prepara sua chegada ao Brasil, assim como a Amazon – que deve chegar ao país para vender mais do que livros – e a própria Apple estaria se mexendo para vender filmes no Brasil.

Por enquanto, aguardamos a chegada da Netflix nos próximos meses, porque eles prometem “um preço mensal baixo”. Só deem uma melhorada no catálogo de streaming, OK? [Gizmodo US]

Foto por jovino/Flickr