O Netflix disse que quer se tornar uma HBO: para cortar um pouco sua dependência de grandes estúdios, eles vão criar mais conteúdo original – por exemplo, a quarta temporada da aclamada comédia Arrested Development.

As três temporadas da série estão no Netflix, enquanto a inédita deve estrear em maio. Para promover a série, o Netflix colocou programas fictícios que aparecem em Arrested Development como títulos reais do catálogo.

A série é considerada por críticos uma das melhores comédias da TV americana. Um dos motivos é a atenção aos detalhes, como os programas falsos – com pôster e tudo – que aparecem dentro da série.

Pode parecer um detalhe bobo, ou um jeito de “inflar” o catálogo, mas para nós parece mais uma ideia bacana para o que pode ser o futuro da TV paga. Imagine se, além do conteúdo original – com lançamento simultâneo ao redor do mundo – tivermos essa atenção a detalhes com o conteúdo de terceiros. Amazon e Hulu também oferecem streaming de séries, mas ainda estão para mostrar um easter egg tão bacana quanto este.

Funciona assim: você clica no título “falso” do catálogo e é levado direto para a cena do episódio onde ele é citado. A lista completa está no Filmes Netflix. Entre os títulos, temos:

  • Boyfights: paródia de Bumfights, onde homens sem-teto brigavam para ganhar dinheiro ou álcool;

Para quem não conhece, Arrested Development conta a história de Michael Bluth, que se vê obrigado a cuidar de sua família ex-rica e disfuncional: a mãe manipuladora, o irmão ilusionista, o filho (Michael Cera) que quer pegar a prima, o cunhado terapeuta que quer entrar no Blue Men Group – é demais. A quarta temporada de Arrested Development estreia no Netflix em maio. [Filmes Netflix]