A Qualcomm revelou nesta semana o próximo processador Snapdragon para dispositivos topo de linha: o Snapdragon 845. Mas até então, tudo o que sabíamos era apenas o seu nome. Agora temos detalhes sobre o novo chip de silício da Qualcomm – o que estará presente em todos os grandes dispositivos Android em 2018. Separamos abaixo uma breve lista com as melhorias mais importantes do Snapdragon 845.

Um chip dedicado a segurança

Apesar de geralmente usarmos o termo processador para nos referir a chips como o Snapdragon 845, este é um termo incorreto. Isso se dá porque estes chips são, na verdade, um conjunto de múltiplos processadores que se combinam para formar o que é conhecido como sistema-em-um-chip (system on a chip ou SoC, na sigla em inglês). Nas gerações anteriores, vimos a Qualcomm incluir um processador dedicado como um ISP (processador de sinal de imagem) ou DSP (processador de sinal digital) para processar fotos e vídeos. No entanto, o Snapdragon 845 é o primeiro SoC da Qualcomm a ter um processador SPU (unidade de processamento segura), que é um novo subsistema cuja função é proteger dados sobre sua impressão digital, íris, pagamentos móveis, SIM, entre outros.

Em breve, quando você fizer algo como tirar uma foto ou baixar um documento, um SPU irá gerar uma chave única necessária para decifrar o dado criptografado no arquivo. O SPU pode ser usado inclusive para gerar chaves para mensagens de texto em aplicativos como o Facebook Messenger ou o WhatsApp. E diferente de outros coprocessadores no Snapdragon 845, o SPU é isolado dos outros sistemas para prevenir que ele seja hackeado.

Captura de vídeo em 4K HDR e câmera lenta melhor

Enquanto vídeos HDR se popularizam cada vez mais, capturar vídeo em HDR ainda é algo feito melhor por profissionais. No entanto, isso pode mudar assim que o processador de imagem do Snapdragon 845 passe a capturar vídeo em 4K HDR em até 60 quadros por segundo. Isso deve resultar em vídeos com melhor contraste, cores mais vibrantes e detalhes melhores. Vídeos em câmera lenta também terão um resultado melhor, agora que o Snapdragon 845 pode capturar vídeos com 480 quadros por segundo em resolução 720p e 240 quadros por segundo em 1080p.

Aprendizado da máquina amadurecido

Durante o anúncio do Pixel 2, Sundar Pichai, CEO do Google, gastou 15 minutos falando da importância do aprendizado da máquina para dispositivos mobile. Então, com o Snapdragon 845, a Qualcomm pretende melhorar a inteligência artificial de reconhecimento visual com o processador digital Hexagon 685. Além de lidar com tradicionais processamentos de imagem e servir como um sensor central para todos os leitores de impressão digital, íris e rosto presentes em um celular, o Hexagon 685 também deve ser mais eficiente em analisar e identificar objetos pela câmera do dispositivo.

Melhor desempenho e gráfico

Melhorias puras de desempenho não são necessariamente a novidade mais interessante para se falar, mas é bom saber que a Qualcomm promete de 25% a 30% mais velocidade em relação ao atual Snapdragon 835. Muito do esforço computacional vem dos oito novos núcleos Kryo 385, que possuem quatro núcleos A75, podendo atingir até 2.8 GHz (o Snapdragon 835 chega a 2.4 GHz). Além também de quatro núcleos de eficiência A55 que lidam com tarefas mais simples e aumentam a vida útil da bateria.

Em relação a gráficos, a Qualcomm afirma que o novo GPU Adreno 630 é 30% mais rápido e 30% mais eficiente que o Adreno 540 presente no Snapdragon 835. O maior benefício deste desempenho extra será visto em experiências em realidade virtual com o Gear VR ou o Google Daydram. E quando combinado com a nova renderização Multiview da Qualcomm, o Snapdragon 845 pode atingir até 120 quadros por segundo em resolução 2K x 2K.

Wi-Fi mais rápido e a preparação para a rede 5G

O novo grande chavão em smartphones é a transição para redes 5G, que prometem bandas em gigabits para que você possa assistir todas as séries favoritas da Netflix em alta qualidade, não importa onde você esteja. Então, com o Snapdragon 845, você terá o mais novo modem X20 LTE que permite velocidades de até 1.2 Gbps, além de Wi-Fi 802.11 e Bluetooth 5.0, configurado especialmente para tornar fones de ouvido sem fio melhores.

Mas é claro, como o Snapdragon 845 não estará em nenhum celular até a metade do ano que vem, levará um bom tempo para conferir se o novo chip da Qualcomm consegue cumprir suas promessas. Por agora, o Xiaomi Mi 7 é o único celular a oficialmente anunciar que terá um Snapdragon 845, mas se o futuro for parecido com o passado, este novo chip também estará presente nos celulares que Samsung, LG e Google lançarão em 2018.