Em sua jornada para acelerar a web, o Google se perguntou: como tornar as buscas na web mais rápidas? Acelerando três componentes: 1) o usuário digitando a busca, com o Google Instant; 2) a escolha do usuário, trazendo resultados mais relevantes para o topo; 3) o carregamento da página escolhida pelo usuário, através do Google Instant Pages. Esta última novidade chegou ao Chrome estável, e veio acompanhada.

O Instant Pages funciona assim: o Google usa o que aprendeu com o Google Instant para prever em quais páginas você irá clicar após fazer a busca, para então carregar estas páginas (e apenas elas) antes mesmo de você clicar nela. Imagens, vídeos embedados, JavaSscript e tudo o mais são carregados previamente, e apenas processados pelo navegador quando você clica no link. Claro, o Chrome não carrega toda e qualquer página nas buscas – o vídeo acima mostra como esta tecnologia funciona.

Esta novidade obviamente já estava na versão beta, assim como outras duas que chegaram à versão estável: imprimir para PDF e visualizar impressão (essa demorou!), além de uma omnibox mais inteligente, que sugere resultados do histórico quando você digita apenas parte da palavra. Se você já tem o Chrome, ele se atualiza sozinho para a versão 13. Senão, baixe-o aqui: [Google Chrome via Google Chrome Blog via Engadget]