Há uma semana eu escrevi sobre aquele conceito (horroroso, diga-se de passagem) de um tênis gamer com placa gráfica na sola e até cooler na parte interna. Agora, eu trago até você mais um projeto que, embora não seja específico para o público gamer, pode facilmente atrair os olhares de quem gosta de jogar. Trata-se do novo Model S da Tesla, que ganhou uma nova central de entretenimento com performance equiparada aos consoles de nova geração.

A nova linha “Plaid” do Model S vem equipada com um computador de bordo com 10 teraflops. Embora a companhia não especifique exatamente o que isso significa, é plausível assumir que essa capacidade se refira à GPU presente no veículo. E a Tesla já pode ter alguns títulos na manga para tirar proveito desse desempenho, entre eles The Witcher 3. O próprio CEO Elon Musk fez uma enquete recente no Twitter perguntando se os consumidores jogariam o game da CD Projekt Red no carro da fabricante.

Para efeito de comparação, o PlayStation 5 e Xbox Series X contam, respectivamente, com uma GPU de 10,28 e 12 teraflops. Ou seja, o Plaid tecnicamente se equipara ao poder de fogo dos novos consoles da Sony e Microsoft.

Mas algumas — muitas, na verdade — questões, que foram pontuadas pelo The Verge, ainda não estão claras. De quem é a GPU integrada ao Plaid: Nvidia ou AMD? Você só poderá jogar pelo painel principal, entre o motorista e o passageiro, ou também na tela que fica para os passageiros no banco de trás? E você precisará de um controle para jogar? Eu tenho para mim que sim, uma vez que a Tesla destaca “compatibilidade com controles sem fio” e acho difícil jogar um game com mais de 70 horas por controles touchscreen.

Outras especificações do Model S Plaid: no modelo de entrada, ele pode ir de 0 a 100 km/h em apenas 1,99 segundo, podendo atingir velocidade máxima de 321 km/h (com os pneus certos). A autonomia é de 627 km ao todo. Além disso, o interior do veículo foi repaginado quase por inteiro, ganhando um volante futurista e uma tela finíssima de 17 polegadas com 2.200 x 1.300 pixels de resolução. Bem acima do volante também há um segundo painel que mostra informações críticas enquanto o condutor dirige o automóvel. E a já citada tela para os passageiros de trás, que também é uma novidade no Model S.

O valor padrão do Model S Plaid começa em US$ 119.000, cerca de R$ 646.000 na conversão atual, sem impostos. Há ainda uma versão mais potente chamada Model S Plaid+, que aumenta a capacidade anual para 836 km. Para esse segundo modelo, o preço sobe para US$ 139.000 (R$ 754.000).

A previsão é que a entrega dos novos veículos comecem em fevereiro.

[The Verge 1, 2]