Um ano depois de lançar a monstruosa série de placas de vídeo GeForce 200 (literalmente as maiores GPUs de todos os tempos), a Nvidia anuncia a versão mobile dela, com o dobro do desempenho e a metade do consumo de energia da série 9M.

As primeiras soluções GeForce 200M para notebooks – GTX 208M e 260M – eram ótimas para configurações para games, baseadas na arquitetura da geração anterior G92. (A Nvidia fez umas mudanças de nome meio confusas alguns meses atrás.) As novas placas da série 200M são baseadas na “atual arquitetura de desktop high-end” (a arquitetura G200, de fato) e substituem as 9M.

Então, para ficar mais claro, todas as soluções gráficas da Nvidia para notebooks que têm nomes do tipo “GT 9600” serão substituídas por outras tipo “GT 240”, mais rápidas e que consomem menos energia. Não sei por que a Nvidia desceu de 9000 para 200, então não me pergunte. Só é uma pena que os novos MacBooks Pro não tenham essas placas, pois agora eles têm oficialmente chips gráficos obsoletos. [Nvidia]