Se você não teve pesadelos sobre a possibilidade do “asteroide do Dia das Bruxas” atingir sua cidade, bem, o fato é que essa pedra espacial ficou um pouco menos assustadora com o tempo. Segundo a NASA, é um cometa morto. Pior! Ele parece um rosto de uma caveira humana.

Isso, de acordo com as últimas imagens de um radar da NASA capturada no IRTF (Infrared Telescope Facility) em Mauna Kea, no Havaí, e no Observatório de Arecibo, em Porto Rico. O “assustador”, como estava sendo chamado o asteroide, tem luz o suficiente para ser um cometa, mas falta uma nuvem de gases e poeiras — chamada coma — que indicam que a superfície está ativa.

A aparência com um rosto humano continua um mistério científico! Pode significar o que você quiser, inclusive.

“Os dados do IRTF, da NASA, indicam que o objeto pode ser um cometa morto, mas as imagens do Arecibo parecem com uma fantasia de caveira para seu voo de Dia das Bruxas”, disse Kelly Fast, cientista do IRTF.

No fim das contas, o “assustador” não oferece nenhum perigo. Ele mede entre 280 e 620 metros de diâmetro. E ele está se movendo a uma velocidade de 35 quilômetros por segundo (126.000 km/h), que a NASA descreve como “extraordinariamente alta”. A agência americana ainda diz que ele passará com segurança pela Terra.

Há duas possíveis explicações para toda essa história: primeira, esta pedra espacial foi moldada por uma avançada civilização alien que tem monitorado a Terra e está estudando nossa cultura. E eles agora decidiram aplicar uma piada interplanetária em um dia que eles sabiam que nos deixariam assustados. Possivelmente, com uma pequena ajuda de nosso governo controlado por répteis.

spooky2

Segunda: a equipe de relações públicas da NASA achou uma ótima oportunidade de adicionar algum valor de entretenimento para um evento sem importância, que passaria em branco pelos terráqueos.

Lembrem-se: nós, humanos, recolhemos rostos e outros objetos que são familiares para nós em tudo — nosso cérebro, inclusive, está treinado para fazer isso. Mas mesmo se isso for apenas um golpe publicitário, eu reconheço o esforço. Não é todo Dia das Bruxas que está ligado com a possibilidade de uma destruição apocalíptica.

[NASA]

Imagens por NAIC-Arecibo/NSF