Desde já, é preciso dizer: o GPS do Galaxy S II é muito melhor do que a versão encontrada no Galaxy S. No primeiro modelo, conectar o aparelho aos satélites era uma guerra. Mais tarde, descobrimos que um grande entrevero envolvendo Google, Samsung, Motorola e Skyhook, empresa que fornece dados de geolocalização, pode ter sido a razão do problema — a Samsung teve de retirar o Skyhook às pressas do Galaxy S, e a solução adicionada foi abaixo das expectativas.

Mas ter um GPS melhor do que o Galaxy S parece pouco para o S II — trata-se de um aparelho com tela de 4,3 polegadas, processador de 1,2GHz, velocidade acima da média nos Androids… Não seria pedir demais um grande ajuste no GPS. Mas não foi exatamente isso que aconteceu: em nossos testes, comparando o Galaxy S com o iPhone 4 e com o Motorola Milestone, o aparelho da Samsung foi o último colocado em todos os percursos. Lentidão para encontrar satélites e precisão irregular foram alguns dos problemas.

E, aparentemente, não fomos apenas nós que constatamos o problema. O camarada Rodrigo Toledo também reportou o ocorrido, e o pessoal do GSM Arena, em um comparativo entre o HTC Sensation, o LG Optimus 2X e o Galaxy S II, deu medalha de bronze ao aparelho:

O Samsung Galaxy S II teve a pior performance no teste, usando todos os seis satélites que ele conseguiu detectar. A precisão esteve entre 18 metros e 20 metros, mas variou constantemente durante o teste (mesmo com o aparelho completamente parado).

Ou seja: ele pode ter melhorado, mas ainda não é o GPS dos sonhos. É curioso ver como a Samsung tem extensas habilidades para criar processadores e telas, como o Exynos e a Super AMOLED Plus, mas está com grandes dificuldades para resolver um problema de localização. Caso você dependa muito do GPS embarcado, há opções mais rápidas e precisas.