O mundo odiou a sua criação, e agora a Apple tirou o seu emprego: a Bloomberg News diz que o executivo Richard Williamson, o nome por trás do desastroso e ridicularizado Apple Maps, foi demitido.

A saída de Williamson veio pouco depois de Scott Forstall, outro grande nome da Apple que teve o nome vinculado com muitas das reclamações do iOS 6, deixar a empresa.

A matéria da Bloomberg diz que Williamson foi demitido porque “falhas prejudicaram o lançamento do iPhone 5”, o que é aceitável – a única notícia mais comentada do que o lançamento do iPhone 5 em si foram as falhas dos Apple Maps, e o quanto nós sentimos falta da versão do Google. Também meio relacionado: ele foi o responsável pelo Find My Friends, outro app do iOS que não deu muito certo.

Dois meses atrás, Tim Cook decidiu tomar uma ação nem um pouco comum na Apple e pediu desculpas por todos os problemas do Apple Maps. Mas as desculpas não foram o suficiente para diminuir as reclamações (nem mesmo fazer o app funcionar melhor), e agora cabeças estão rolando.

Mas demitir é apenas uma parte do conserto: o app ainda está longe do ideal, e mandar embora quem está por trás dele não vai corrigi-lo. A Bloomberg diz que “Ao remover Willianson, [o vice-presidente sênior da Apple Eddie] Cue quer instalar uma nova equipe de liderança no grupo… o substituto de Williamson ainda não é conhecido.” A resposta para esta questão é o que vai corrigir os erros do Apple Maps e reconquistar corações para o iOS.

Nós entramos em contato com a Apple para confirmação e comentários, e estamos esperando a resposta. [Bloomberg]