Não tem sido um momento fácil para os usuários do Android que preferem ler e consumir em vez de fazer qualquer outra coisa. Mas se você é um usuário do Google Chrome, há um recurso que você deve conhecer que pode ajudá-lo a rastrear seus sites favoritos dentro do navegador sem se preocupar com um serviço de terceiros, como o Feedly.

O Google agora permite que você “siga” sites dentro de seu navegador no telefone móvel. O recurso tem um efeito semelhante ao de seguir uma conta no Twitter ou Instagram, exceto que você obtém atualizações de conteúdo por meio do Chrome na nova guia. A capacidade está amplamente disponível para qualquer pessoa no Android que execute a versão mais recente do Chrome 94, que foi lançada na Play Store no final de setembro.

O Google introduziu a capacidade no início deste ano por meio da versão experimental Canary do Chrome no Android. Um porta-voz da plataforma disse na época que a empresa planejava voltar a exibir conteúdo por meio de feeds RSS para que pudesse preencher a seção seguinte mencionada para seus usuários.

A capacidade aparece no menu flutuante na versão estável do Chrome para Android. Mas, como ainda está sendo implementado, talvez seja necessário ativá-lo manualmente. No Chrome para Android, digite chrome: //flags na barra de links para revelar as configurações ocultas do navegador. Em seguida, pesquise ‘Web feed’ e selecione a opção ‘permitir’ para ativá-lo. O Chrome irá aconselhá-lo a reiniciar. Você pode seguir as capturas de tela abaixo para uma referência visual.

À medida que você começar a adicionar sites ao seu repertório, verá que eles são preenchidos na seção ‘Seguindo’ sempre que abrir uma nova guia. No entanto, quanto mais fontes você adicionar, mais seções de conteúdo serão rastreadas, com cada domínio separado em sua pequena área.

Este recurso não é um substituto para o feed RSS tradicional. Mas torna mais fácil seguir os sites que você visita regularmente sem ter que confrontar o algoritmo Discover, às vezes desajustado, do Google, que agrega links para artigos com base em sua atividade na web.

Assine a newsletter do Gizmodo

A diretora de engenharia do Chrome, Adrienne Porter Felt, tuitou na sexta-feira que os usuários do iOS devem esperar o recurso no próximo ano.