Ei, você. O hype contagiou a todos nós. Estamos aqui pensando em como comprar a tábua da Apple. Você, de repente, está ligando para amigos que vão viajar para os EUA ou caçando um jeitinho de comprar um iPad hoje. Calma. eu farei você desistir da ideia.

Honestamente, há um monte de razões boas e ruins para comprar ou não um iPad, mas imagino que você esteja lendo esse artigo porque quer ser convencido que o melhor é resistir à tentação de fazer um pre-order agora.

Então, vamos começar: sério, você é burro o suficiente para comprar um iPad de primeira geração?*

  • O preço vai cair, eu não devo comprar: Quando foi lançado nos EUA, o preço do iPhone era absurdo. E dois meses depois houve um corte de 33%. Lembra? A Apple disse que estaria aberta à mesma flexibilidade de preços, mas apenas se menos pessoas que o esperado comprassem. Se nós resistirmos, como um time, nós conseguiremos fazê-los baixar o preço. Não estrague tudo por não ter autocontrole.

  • A primeira geração é sempre Beta, eu não devo comprar: Você sabe que todos os produtos da Apple de primeira geração são apenas o estágio beta do conceito. Você sabe que um terço dos problemas do iPad podem ser consertados pelo firmware, mas o outro terço não dá. O último terço? Defeitos de hardware e bugs.

  • Não é um laptop e custa o mesmo tanto, eu não devo comprar: Essa cosa custa muito mais que um laptop barato. E não tem um teclado, a não ser que você gaste outros 70 dólares pra isso. Também não roda flash e programas que a Apple não abençoou. 

  • A concorrência ainda não apareceu, eu não devo comprar: O aparelho concorrente ainda não foi sequer mostrado. Em uma palavra: Courier.

  • O tamanho é esquisito, eu não devo comprar: Situado entre um celular e um notebook, o iPad é grande demais para colocar no bolso e pequeno demais para ser usado para trabalhar.

  • Você não deveria estar usando isso nesta hora, eu não devo comprar: Todos os lugares que você sonhou em usar um iPad – o metrô, esperando na fila do mercado, no sofá, na cama – são certamente os tipos de lugares em que estar usando algo tecnológico lhe conferiria um adesivo de esquisito. Você realmente quer preencher o tempo em que você não está usando o celular ou o computador com um terceiro aparelho? Se você mora no Brasil, há ainda o fator segurança.

  • Digitar em uma tela vai ser estranho, eu não devo comprar: o teclado virtual do iPhone funciona, especialmente porque é um aparelho tão pequeno que você pode usá-lo com uma mão ou duas, de maneira muito fácil. É claro que há erros porque as teclas são muito pequenas. Eles desapareceriam por causa da tela maior do iPad. Seria legal, não fosse o fato de alcançar algumas delas ser meio chato

  • Reviews, eu não devo comprar: Você precisa esperar para ler opiniões importantes antes de comprar isso.

  • É um iPhone grande, eu não devo comprar: Se você tem um iPhone, você já tem 80% de um iPad – apps, multitouch – e mais coisas como uma câmera.

  • Um novo plano de dados, eu não devo comprar: Nào dá pra usar um minimodem 3G ou um celular com tethering. Você quer pagar outra conta?

  • E mais: A moldura é grande demais, a tela tem a proporção 4:3, não roda Flash, etc etc. Há uma razão para o nosso artigo citando os defeitos irritantes do iPad serem um dos posts mais lidos do Giz de todos os tempos. Porque muitos de vocês pensam igual

 

Pronto. Se você leu tudo isso e ainda quer comprar um, não há esperança para você. Mas calma, leia este artigo explicando porque você deve dar um jeito de comprar um agora

 

* Eu, Brian Lam, sou um hipócrita. Acordei 5h30 da manhã na Califórnia para comprar um iPad para mim e outro para a Lisa. Outros membros do Giz já compraram também.