A matéria escura é um enigma: nós não sabemos exatamente o que ela é, mas sabemos que ela existe. O canal Kurzgesagt do YouTube tenta desvendar esse conceito no vídeo a seguir.

>>> Galáxias anãs cheias de matéria escura estão orbitando a Via Láctea

Os cientistas sabem que a matéria escura existe porque veem os seus efeitos sobre a matéria luminosa – ela puxa gravitacionalmente a matéria em torno dela.

No entanto, ela não emite radiação eletromagnética – ou seja, luz, ondas de rádio, raios X ou gama; não é antimatéria (ou seja, não se cancela quando entra em contato com matéria); e nem forma buracos negros.

Teorias dizem que a matéria escura é apenas uma propriedade do espaço: o espaço vazio é preenchido com partículas que se formam espontaneamente do nada e desaparecem.

Por que isso é importante? Porque a matéria luminosa compõe menos de 5% do universo conhecido. Cerca de 20% é matéria escura, e 70% é energia escura – e ambas são invisíveis.

O vídeo explica:

Matéria escura é a coisa que faz ser possível galáxias existirem. Quando calculamos porque o universo é estruturado da forma que é, rapidamente se torna claro que não existe matéria normal necessária para isso. A gravidade da matéria visível não é forte o suficiente para formar galáxias e estruturas complexas…

Então, sabemos que há algo dentro e em volta delas. Algo que não emite ou reflete luz. Algo escuro…

Saiba mais no vídeo a seguir; lembre-se de ativar as legendas em português!

Imagem: aglomerado de galáxias Abell 383 cheio de matéria escura/NASA/Flickr