O Tumblr, a rede social minimalista e mais frenética da internet atual, está empolgada com o Brasil. Faz sentido: o país já representa 12% dos acessos totais do site, mais de 4 milhões de sites já foram criados e 2 bilhões de páginas são visitadas por mês. É por isso que uma leva de diretores do site esteve em São Paulo na última semana. Eles querem saber o que nós, brasileiros, vemos no site, o que nós compartilhamos, quais são os melhores tumblrs… Eles querem saber de tudo. E eu conversei com alguns deles em uma situação inusitada.

O cara da foto aí do lado é Joshua Nguyen. O sobrenome é complicado — vietnamita, explica — mas a pronúncia é bem simples: win. Essa foto foi tirada logo após Joshua tirar um retrato meu (que eu espero ferrenhamente que ele guarde como uma boa memória do Brasil). Seu cargo no Tumblr é gerente de expansão internacional. Ele veio ao Brasil dar uma série de palestras, mas entre uma cerveja e outra, conversamos sobre o que nós entendemos como Tumblr no Brasil.

Josh gosta de redes sociais rápidas e bem-humoradas. Perguntei se ele usava Facebook e ele fez uma enorme cara de desânimo. “As pessoas compartilham muita porcaria por lá”, disse ele, sem conhecer a febre de “quando eu digo que fiz (insira faculdade aqui)” que assola o Facebook brasileiro. O discurso pode parecer incoerente para alguém que trabalha na rede social mais simplista que existe — compartilhe rápido, muito — mas o ritmo do Tumblr é diferente. Conversamos sobre o Instagram, que ele obviamente gosta por sua simplicidade, e até sobre o Path (o que nos faz pensar que eles andam bem interessados no mundo móvel também).

E ele queria saber como era esse ritmo no Brasil. Por que 4 milhões de sites já foram criados aqui? Já somos o segundo país com maior participação no site, mantendo a fama de devoradores de redes sociais (perdemos feio para os EUA, mas tudo é questão de tempo).

O problema é que é difícil tentar criar um parâmetro sobre como as redes sociais funcionam por aqui. São muitas pessoas! Josh queria saber quais eram os Tumblrs mais populares do Brasil. Na mesa, alguém cochichou “o 9GAG é um Tumblr?”. Não é, mas podemos dizer que a essência é parecida, pelo menos na minha visão do Tumblr. Perguntei se ele conhecia o Fuck Yeah Dementia. Ele disse que não. Me senti obrigado a apelar para aquilo que conheço bem: os tumblrs de humor aleatório que nascem e morrem com velocidade incrível.

Quando ele pediu referências, pensei em falar da febre dos “501 (insira alguma coisa) antes de morrer”, lembrei de todos os tumblrs que são criados após uma piada se alastrar pela internet, mas decidi focar em um nicho específico. Assim, saquei o celular e abri seis abas: Fotos de Executivos, Don’t Touch My Budweiser, Crianças Comendo Melancia, Cachorro de Peruca e Cachorro Fumando¹. Perdão, foi o que veio à minha mente. Apenas tumblrs de humor aleatório ou específico, e expliquei: “por aqui o pessoal gosta disso, sabia?”

Inicialmente, ele ficou perplexo. Nada daquilo fazia muito sentido, claro. Mas ele riu, se divertiu e disse “é isso que eu quero saber, quero saber como vocês usam o Tumblr!”. Citei que existe uma vertente enorme de quem gosta do lado mais arte do Tumblr, mas fiquei contente ao ver que ele fez uma cara enfadonha que eu também faço quando abro um tumblr muito artista. Ficamos felizes ao ver que ele se divertia com cada foto de um cachorro usando peruca.

Joshua e seus amigos vieram ao Brasil explorar o país, deram de cara com um humor absurdo e nonsense, deram palestra em evento de tecnologia e procuram urgentemente uma pessoa para representar a marca por aqui. A pessoa que eles querem estava lá, mas tudo indica que ela ainda não aceitou o cargo totalmente. Eles prometem voltar em breve. E parece tudo questão de tempo: o Tumblr quer mesmo invadir o Brasil.

¹Alguns dos Tumblrs citados foram criados e/ou produzidos por membros do Gizmodo e sites parceiros. Pedimos perdão desde já.