Como descobrir o que Facebook, Instagram e TikTok sabem sobre você

A divulgação de informações pessoais na internet deixa usuários mais vulneráveis a golpes e roubos de identidade
Redes-sociais
Imagem: Reprodução

Não é difícil descobrir os dados de alguém através de uma rápida pesquisa na internet. Nome completo, data de nascimento, região onde mora, local de trabalho/estudo e contato são apenas algumas das informações que compartilhamos ao nos cadastrar nas redes sociais.

whatsapp invite banner

Mas além dos dados mencionados acima, plataformas como Facebook e Instagram também adquirem outros conhecimentos sobre seus usuários, deixando-os à mercê de golpes financeiros e roubo de identidade por criminosos na internet.

Quais são as redes mais perigosas e como se proteger?

De acordo com o diário espanhol El País, o Facebook é a rede que mais conhece os usuários. A plataforma de Mark Zuckerberg, muito além das informações básicas, as páginas visitadas na Internet e a localização.

A boa notícia é que é possível descobrir o que está exposto e, assim, restringir a divulgação. Para isso, você deve solicitar um relatório de cada rede social que utiliza. Os documentos incluem interações, localizações, atividades, entre outras coisas. Ao acessar a ferramenta de verificação de privacidade , diferentes seções revisam suas informações e quem pode vê-las. Para aumentar a segurança, o recomendável é restringi-las o máximo possível e removê-las periodicamente. P.S: é possível agendar um lembrete na ferramenta!

A rede social profissional LinkedIn, por sua vez, é a mais favorável a ataques de phishing, segundo o relatório de cibersegurança da Seresco. O phishing trata-se de uma técnica utilizada para fraudes eletrônicas e roubo de informações como senhas e números de cartão de crédito.

Para verificar seus dados, solicite um relatório das configurações de privacidade do perfil e selecione o que deseja incluir. O procedimento pode levar até 72 horas. Três categorias devem ser revistas: a privacidade de dados (como o LinkedIn usa as informações), a visibilidade (quem pode ver as informações do perfil) e os dados publicitários, que envolvem sites visitados e anúncios.

Quais redes sociais oferecem menos riscos à privacidade?

O Instagram e o Twitter coletam menos dados pessoais do que o Facebook e o LinkedIn, como menções, foto de perfil e geolocalização. No Instagram, você pode fazer a verificação solicitando um relatório. A medida pode levar até 48 horas e o link de download fica ativo por quatro dias. Nas configurações, dá para excluir curtidas e comentários, bem como revisar alterações desde o início da conta, fotos e vídeos.

Enquanto isso, no Twitter, o download leva cerca de 24 horas. Em um arquivo ZIP, ficam disponíveis ao usuário as informações da conta, histórico, aplicativos e dispositivos, atividades, interesses e dados do Twitter Ads. A partir daí, você pode fazer as alterações necessárias para limitar no menu de configuração na seção de privacidade e segurança.

Por fim, o TikTok, o app mais baixado por três anos seguidos em 2022, é o que armazena menos metainformação. Ele também permite selecionar, aliás, quem pode ver suas curtidas e baixar seus vídeos.  Em contrapartida, o recebimento do relatório de dados demora até 30 dias. O arquivo inclui os dados pessoais, configurações de privacidade, vídeos enviados e registro das atividades.

Isabela Oliveira

Isabela Oliveira

Jornalista formada pela Unesp. Com passagem pelo site de turismo Mundo Viajar, já escreveu sobre cultura, celebridades, meio ambiente e de tudo um pouco. É entusiasta de moda, música e temas relacionados à mulher.

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas