O blog Engineering Windows 7 possui uma lista de trinta e seis mudanças “visíveis” vindo para a próxima versão do Windows 7. Eis uma listinha rápida daqueles mais dignos de nota, os mais quentes e antecipados, ou sei lá o que:

O Aero Peek – onde todas as janelas do desktop tornam-se transparentes exceto aquele que você está visualizando – agora funcionará com Alt+Tab. Basta pausar por um segundo na miniatura que você queira dar ênfase. Bem legalzinho, já que significa menos movimentos de mouse e mais visualização.

A tecla Windows + [número] não apenas abrirá uma nova instância do aplicativo correspondente na Barra de Tarefas, como também trocará para o aplicativo caso ele já esteja rodando. E no Internet Explorer, se você ficar apertando a tecla numérica ele passará por todas as guias. Agora, para abrir uma nova instância de um programa que já esteja rodando, você segura a tecla Shift. Bastante lógico e legal, apesar do Adam apontar que poderia ser ainda mais simples.

Algumas coisas menores são capacidades de toque mais refinadas – pra começar, o teclado e o clique com o botão direito do mouse são agora multitoque. E uma coisa que me incomodou foi que o ícone de rede na bandeja de notificação do sistema não informava se havia conexão com a Internet (como informava no Vista), então eles trouxeram isso de volta. Oba!

A interface com o usuário do Windows Media Player está ainda mais melhor de bom! A tela “Now Playing” foi ‘limpada’ (apesar de eu só acreditar vendo), há mais suporte à reprodução para câmeras, uma jump list melhor e acesso mais facilitado às configurações avançadas.

Claro, esta é apenas uma lista parcial – para ver todas as 36 coisas, que por si só são apenas “amostras”, vá lá pra ver se a sua queixa foi consertada. [Engineering Windows 7 via Lifehacker]