O OneNote é um dos meus programas favoritos: é nele em que escrevo meus textos e reúno minhas anotações desde 2009. Com sincronização na nuvem, é possível acessar tudo a partir de praticamente qualquer dispositivo. Mas até então, só era possível adquiri-lo com o Office, que não é barato.

A Microsoft resolveu mudar isso: a partir do hoje, o OneNote está disponível de graça em todas as plataformas – inclusive no OS X.

A versão para Mac estreia hoje com os principais recursos da versão para Windows. Você organiza suas notas em cadernos, e pode inserir imagens, tabelas, mapas, listas de tarefas e outros. Tudo é salvo na nuvem, e você pode acessar as notas a partir do seu smartphone ou tablet. O programa está disponível na Mac App Store.

Se você usa Windows, pode baixar aqui uma versão gratuita do OneNote, mesmo se não tiver o Office. Ela também está livre de anúncios, e conta com praticamente todos os recursos de sempre. Só não há algumas funções avançadas, como suporte a SharePoint, integração com Outlook e histórico de versões – isso fica restrito a quem comprou o Office 2013 ou assinou o Office 365.

onenote iphone ipad mac

O OneNote está disponível para iPhone, iPad, Android, Windows Phone, além de contar com uma versão Metro para Windows 8. Ainda há uma versão online, que você pode acessar através do navegador, sem instalar mais nada.

É possível migrar suas notas do Evernote para o OneNote usando ferramentas gratuitas como o OneNote Batch e Ever2One Converter. Basicamente, basta instalá-las, ir em Arquivo > Exportar no OneNote e usar as ferramentas para importar tudo para o OneNote.

Hoje a Microsoft também abriu uma nova API que permite a apps de terceiros guardarem notas no OneNote. Ela já foi implementada de diversas formas:

  • envie posts e artigos do Feedly, News360 e Weave para o OneNote;
  • escreva notas em papel com a caneta Livescribe e enviá-las automaticamente para o OneNote;
  • escaneie documentos com Doxie Go e Neat e guardá-los direto no OneNote;
  • digitalize documentos com apps móveis Genius Scan e JotNot e enviá-los para o OneNote;
  • crie regras no IFTTT para enviar conteúdo automaticamente ao OneNote.

A Microsoft ainda anunciou três novas ferramentas: o OneNote Clipper salva páginas da web em um dos seus cadernos digitais; o email me@onenote.com permite enviar notar para o OneNote sem abrir o programa; e o app Office Lens para Windows Phone permite guardar a foto de um documento ou lousa, ajustando-a feito mágica – baixe-o aqui.

Este app é bem sensacional, e você pode vê-lo em ação abaixo:

Tudo isto é uma aposta clara da Microsoft no poder da nuvem, foco da estratégia que o novo CEO Satya Nadella prometeu adotar. Além disso, é uma reação – mesmo que tardia – ao sucesso do Evernote e a novos concorrentes como o Google Keep.

Você vai usar o OneNote daqui para a frente? Já usa? [Office Blog via The Next Web]