Quando o OnePlus One foi lançado há quase um ano, ele impressionou: o smartphone custa a partir de US$ 299, mas tem especificações muito boas e roda um sistema próximo ao Android padrão. O maior problema, claro, era comprá-lo: você precisava de um convite, ou tinha que esperar pela chance de adquiri-lo sem convite. Não mais!

A partir de hoje, qualquer pessoa pode comprar um OnePlus One. Ou quase: a empresa não o envia para o Brasil, só para estes 34 países – a lista inclui os EUA e toda a União Europeia.

Se você tiver algum amigo no exterior para quebrar um galho, o processo de compra é simples: vá em oneplus.net, clique em BUY e siga as instruções. O smartphone é vendido em versões de 16 GB (US$ 299) e 64 GB (US$ 349).

Mesmo com o passar do tempo, o OnePlus One ainda tem especificações muito boas:

Tela JDI de 5,5 polegadas com resolução 1080p
Processador Snapdragon 801 quad-core de 2,5 GHz
3 GB de RAM DDR3
Câmera traseira de 13 megapixels com sensor Sony Exmor, abertura f/2.0 e gravação de vídeo 4K e flash LED duplo
Câmera frontal de 5 megapixels
Bateria de 3.100 mAh
Wi-Fi dual-band AC, Bluetooth 4.1, GPS/GLONASS, NFC

Se você quiser esperar pelo sucessor, o OnePlus 2, um aviso: a empresa confirmou em seu blog que ele será lançado num esquema de convites – ou seja, a mesma história vai se repetir:

Sim, o 2 será inicialmente lançado com convites… O OnePlus 2 trará desafios que vêm junto com um novo produto e, inicialmente, o nosso sistema de convites vai nos ajudar a gerir esse risco.

Rumores dizem que o OnePlus 2 terá bordas de metal, tela de 5,5 polegadas com resolução Quad HD (2560×1440), processador Snapdragon 810, 4 GB de RAM e bateria de 3.300 mAh.

Ele talvez custe mais caro que o OnePlus One, ultrapassando os US$ 400; a empresa diz apenas que “está comprometida em manter margens de lucro mínimas para dar o máximo de valor aos clientes”. [OnePlus Blog]

Foto por Maurizio Pesce/Flickr