Os Correios lançaram nesta segunda-feira a sua operadora de celular, Correios Celular, começando por São Paulo, com a oferta de um plano pré-pago de R$ 30 mensais e franquia de 1 GB. O serviço está sendo oferecido em 12 agências da capital paulista, mas a empresa pública federal já planeja sua expansão por todo o Brasil até o fim do ano — e a chegada de um plano pós-pago em 2018.

• O vai e vem do polêmico projeto que altera a lei das teles
• Ministro diz que banda larga fixa terá limite de franquia ainda em 2017

O serviço começou a ser disponibilizado nesta segunda-feira com apenas um plano disponível, o “Alô 30”, de 1 GB de franquia, por R$ 30 mensais. Após o consumo do limite de dados, o usuário passa a navegar com uma velocidade de 32 kb/s. O acesso ao Whatsapp e aos sites Correios, Correios Celular e Governo Federal não são descontados.

O plano oferece também 100 minutos para chamadas locais e de longa distância nacional ou 100 SMS para qualquer número de operadora móvel do Brasil. O usuário pode distribuir como quiser essa proporção, chegando aos 100 minutos/SMS. Dados e minutos não consumidos em um mês acumulam para o mês seguinte.

Segundo o site oficial do serviço, a recarga tem validade de 30 a 180 dias, conforme o valor da recarga. A recarga de R$ 15, avisa o Correios Celular, “tem validade de 15 dias ou a do plano em curso (a que for maior) e só pode ser feita quando o plano estiver dentro da validade”.

Apesar da ampliação do seu leque de atuação, isso não significa que os Correios são agora, literalmente, também uma empresa de telecomunicação. Isso porque toda a infraestrutura de telecomunicação está sob responsabilidade da EUTV, prestadora de serviço móvel pessoal autorizada para atuar pela Anatel. A estrutura de suporte estará também a cargo da parceira dos Correios.

A EUTV opera na faixa de 2,5 GHz na região metropolitana de São Paulo, com as frequências da TIM, tendo também prevista em contrato a utilização de sua estrutura e frequências 2G, 3G e 4G.

O serviço, que começa em São Paulo, gradativamente será espalhado para todo o País. A expectativa é de que até setembro o Correios Celular esteja operando na grande maioria dos municípios brasileiros, com mais de 90% da população contemplada.

[via Tecnoblog]