“Oppenheimer”, de Christopher Nolan: bomba nuclear explode sem computação gráfica

Primeira detonação de uma arma nuclear, teste Trinity será destaque em “Oppenheimer”, filme de Christopher Nolan
Oppenheimer
Imagem: Divulgação/Universal Pictures

O cineasta Christopher Nolan é conhecido por sempre preferir efeitos práticos no lugar da tão corriqueira computação gráfica. Por isso, ele revelou como recriou o teste de bomba atômica sem o uso de CGI para o seu próximo filme, “Oppenheimer”. A produção conta a história do cientista J. Robert Oppenheimer, um dos responsáveis pela criação da bomba atômica original.

Durante entrevista ao Total Film, o cineasta revelou alguns detalhes da produção estrelada por Cillian Murphy e Robert Downey Jr., e explicou o desafio de filmar uma cena com bomba atômica sem o auxílio de computação gráfica. Nolan citou a situação como o maior desafio de sua carreira, que só foi possível ser executado graças à equipe de efeitos especiais com quem ele trabalhou.

“Acho que recriar o teste Trinity (a primeira explosão de armas nucleares, no Novo México) sem o uso de computação gráfica, foi um enorme desafio a enfrentar. Andrew Jackson – supervisor de efeitos visuais – estava vendo como poderíamos fazer muitos dos elementos visuais do filme de forma prática, desde representar a dinâmica e a física quântica, até recriar o próprio teste Trinity com minha equipe (…) — foram muitos desafios práticos,” explicou.

“É um dos projetos mais desafiadores que já assumi em termos de escala e em termos de encontrar a amplitude da história de Oppenheimer”, disse ele. “Houve grandes desafios logísticos, grandes desafios práticos. Mas eu tinha uma equipe extraordinária e eles realmente se destacaram. Vai demorar um pouco até terminarmos. Mas, certamente, enquanto vejo os resultados chegarem e enquanto monto o filme, fico emocionado com o que minha equipe conseguiu alcançar”, completou o cineasta.

Aproveitando a entrevista, Total Film também revelou algumas imagens do longa “Oppenheimer”. Veja:

A trama do filme “Oppenheimer” conta a história do cientista J. Robert Oppenheimer, um dos responsáveis pela criação da bomba atômica original. A produção se passa num contexto em que ele é chefe de guerra do Laboratório de Los Alamos, no Novo México, durante a Segunda Guerra Mundial.

Nos papéis principais estão Cillian Murphy, protagonista da série “Peaky Blinders”, como Oppenheimer que é “o pai da bomba atômica”, Emily Blunt como sua esposa Kitty, Matt Damon no papel de Leslie Groves, o supervisor do Projeto Manhattan, Robert Downey Jr. como Lewis Strauss, o famoso químico e integrante da Comissão de Energia Atômica, e Florence Pugh na pele de Jean Tatlock, amante de Oppenheimer.

Além deles, Rami Malek, Kenneth Branagh, Jason Clarke, Josh Hartnett, Matthew Modine, Dane DeHaan, Michael Angarano, Gary Oldman, Tony Goldwyn e Olivia Thurlby também integram o elenco. Christopher Nolan, cineasta por trás da trilogia “Cavaleiro das Trevas”, dirige e escreve o roteiro do filme.

O longa é 100% baseado na biografia de Kai Bird e Martin Sherwin, “American Prometheus: The Triumph and Tragedy of J. Robert Oppenheimer”, publicado em 2006. “Oppenheimer” chega exclusivamente nos cinemas no dia 21 de julho de 2023, mesma data do aguardado “Barbie”, com Margot Robbie e Ryan Gosling.

Foi confirmado que o filme ficará em cartaz entre 90 e 120 dias, sem a possibilidade de chegar a qualquer plataforma de streaming ou compra e aluguel.

Rayane Moura

Rayane Moura

Rayane Moura, 26 anos, jornalista que escreve sobre cultura e temas relacionados. Fã da Marvel, já passou pela KondZilla, além de ter textos publicados em vários veículos, como Folha de São Paulo, UOL, Revista AzMina, Ponte Jornalismo, entre outros. Gosta também de falar sobre questões sociais, e dar voz para aqueles que não tem

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas