Se você tem medo de tubarões, bem, este site está aqui para convencê-lo de que são as orcas que você deveria evitar. Elas estão entre os assassinos mais ferozes do oceano, destruindo tubarões-tigre, focas, baleias-de-bico e provavelmente um dos predadores mais infames que existem, o grande tubarão-branco.

• A tartaruga-marinha que engoliu 915 moedas não morreu em vão
• O ataque do escorpião mais mortal do mundo é ainda mais assustador em câmera lenta

As orcas só foram vistas atacando tubarões-branco uma porção de vezes. Mas, na semana passada, duas grandes carcaças brancas mutiladas foram trazidas pela correnteza na cidade de Gansbaai, na costa sul-africana. E os cadáveres definitivamente mostravam sinais de serem restos de almoço de orca.

oierfbzfowmarilmffvb

Imagem: Marine Dynamics

“Este é o primeiro registro confirmado de um ataque de orca a um tubarão-branco na África do Sul”, a bióloga marinha Alison Kock, da South African National Parks, contou ao Gizmodo, em um email. “É impressionante pensar que um tubarão-branco desse tamanho (quase cinco metros) foi um alvo.”

Outra bióloga marinha sul-africana que organizou a autópsia, Alison Towner contou ao Gizmodo que só conseguia pensar em algumas outras vezes em que baleias assassinas fizeram tubarões-branco de presa. Barqueiros filmaram um grupo de orcas atacando tubarões-branco na Califórnia, em 1997.

Poucas carcaças de tubarão-branco apareceram na área das praias de Gansbaai desde 2012 — tubarões-branco mortos sendo trazidos pela correnteza é um evento raro por si só. Mas, na manhã de 3 de maio, alguém observou um gigante de 1,1 tonelada e 4,87 metros. Esses são quase o mesmo comprimento e a metade do peso de uma Mercedes-Benz.

vtwpykkdxxge93ebybzo

Imagem: Marine Dynamics

Após isso, uma autópsia de tubarão enorme se seguiu. “Não é uma tarefa fácil manobrar um peixe tão enorme de uma praia remota para um local adequado para autópsia”, Towner contou ao Gizmodo. “Isso exigiu um veículo militar e um land rover, além de muita força humana e trabalho de equipe.” A autópsia no maior dos tubarões levou seis horas e cegou 20 facas, disse a bióloga marinha.

Mas então outra carcaça de tubarão-branco, menor, sem fígado e coração, foi trazida pela correnteza em 4 de maio. E outra neste domingo, com lesões semelhantes.

duodw1lusvl3noimgrys

Imagem: Marine Dynamics

De acordo com o blog da Marine Dynamics, empresa de mergulho em gaiola com tubarão, um tubarão sem seu fígado é provavelmente um sinal de que a orca saboreou a refeição. Os pesquisadores não confirmaram quantas orcas atacaram o tubarão. Quanto à razão de as baleias famintas terem focado no fígado, Towner apontou que o fígado de um tubarão contém grandes quantidades do nutriente esqualeno.

“Parece provável que as orcas sejam, novamente, a causa da morte, mas vamos confirmar isso após a autópsia”, escreveu Towner no blog da Marine Dynamics. “Obviamente, esse é um momento triste para todos nós. A natureza pode ser muito cruel, e a destreza desses animais enormes é impressionante, com precisão quase cirúrgica enquanto removem o fígado repleto de esqualeno de dentro dos tubarões-branco, largando sua carcaça.”

Mesmo no topo da cadeia alimentar, ninguém está seguro.

[Marine Dynamics Blog]

Imagem do topo: Fallows et al/PLOS One