O novo Xbox 360 é melhor que o antigo por vários motivos – por exemplo, os seus componentes internos. Dentro dele está o primeiro chip de produção em massa a combinar CPU, GPU, memória e conectividade I/O em uma única peça de silício

Veja como ele é:

Comparado aos componentes internos do Xbox 360 anterior, ele corta o consumo de energia em 60% e a área da superfície do processador etc em 50%, já que é feito usando o processo de 45nm (em vez do de 90nm usado lá em 2005). E, claro, isso tudo também o torna mais barato de se fabricar. [Ars]