O Sparrow para OS X e iOS são maravilhosos, e não somos os únicos a achar isso. O Google também e, por isso, arrebatou hoje a pequena desenvolvedora de software. Mas o que isso significa para o futuro dos apps (e do Gmail)?

O fundador da empresa, Dom Leca, não falou muito sobre esses detalhes, limitando-se a dizer que está animado para trabalhar em novas coisas. No site do Sparrow foi publicado um comunicado:

“Estamos empolgados em anunciar que o Sparrow foi adquirido pelo Google!

A gente se importa muito com a maneira com que as pessoas se comunicam e demos o nosso melhor para oferecer a vocês a experiência de email mais intuitiva e prazerosa possível.

Agora estamos entrando no time do Gmail para colocar em prática uma visão maior — uma que achamos que podemos criar melhor com o Google.

Gostaríamos de estender os agradecimentos especiais a todos os nossos usuários que nos apoiaram, nos aconselharam com um feedback que não tem preço e nos permitiram criar um aplicativo de email melhor. Apesar de irmos trabalhar em coisas novas no Google, o Sparrow continuará disponível e daremos suporte a nossos usuários.

Tivemos uma jornada sensacional e é impossível agradecê-los o bastante por isso.”

Para onde a empresa vai agora? Seus esforços até o momento foram totalmente centrados na Apple, o que pode ter efeitos sobre seus apps para iOS. O Google, como você sabe, tem tido uma relação instável em geral, mas é especialmente frio quando se trata do espaço móvel. Com cada grande empresa de tecnologia acumulando produtos e tecnologias nas suas próprias plataformas, o Google fará a equipe do Sparrow focar exclusivamente no Android no universo móvel?

Pelo lado bom, a ideia de um cliente desktop do Gmail oficial é animadora. A simplicidade e a atração da interface do Sparrow combinada com a velocidade e o poder do cliente web do Gmail (especialmente no que diz respeito à busca) é promissora.

Fontes familiares à venda do Verge dizem que o valor do negócio foi de US$ 25 milhões e que o Google quer, com a expertise dos cinco caras por trás do Sparrow para “embelezar” o Gmail e tornar a sua experiência de uso melhor em todas as plataformas — sem especificar quais.