A política de patentes da Apple — requerer patentes de praticamente qualquer coisa que qualquer empregado rabiscar em um papel a qualquer momento — nos dá um suprimento infinito de material especulatório, alguns bem interessante. Tipo esta patente aqui, que prevê microarmazenamento flash em fones de ouvido e headsets.

A patente descreve o compartilhamento das configurações, preferências e até mesmo de mídia entre iPods e iPhones através de uma espécie de headset inteligente, que armazenaria estes dados em um pequeno cache de memória flash. Como descrito, parece um pouco estranho e sem um propósito claro: a maioria destas funções tem a ver com a sincronização dos dispositivos, que é algo já feito com frequência pela maioria dos donos de iPod/iPhone, sem contar que precisam fazer sempre que compram um dispositivo novo, tirando a importância do possível argumento de que seria para facilitar a transição.

Mas para certas configurações, faz algum sentido: volume e níveis de equalizador, por exemplo, poderiam ser mantidos os mesmos em dispositivos diferentes se você usasse o seu fone, garantindo uma experiência auditiva uniforme. Seria uma função pequena e discreta, que muita gente nem notaria, mas está longe de ser impensável. [Unwired View]