Para a CES 2021, o foco da Philips foi em saúde, principalmente como a tecnologia pode contribuir para novas práticas que foram impulsionadas pela pandemia de COVID-19. A empresa apresentou produtos que permitem obter cuidados com a saúde do conforto de casa, desde tecnologias para aumentar o distanciamento físico entre médicos e pacientes do grupo de risco a escovas de dentes inteligentes.

Enquanto as medidas de isolamento social são intensificadas em diversas partes do mundo, muitas pessoas têm evitado inclusive consultas ao dentista. Para evitar que as pessoas desenvolvam problemas sérios que exijam uma visita ao consultório, a Philips desenvolveu o Sonicare 9900 Prestige. Vencedora do CES 2021 Innovation Award, a escova de dentes elétrica consegue se ajustar ao seu estilo de escovação e ainda promete a remoção de placas e manchas, além de cuidar da gengiva.

Sonicare 9900 Prestige. (Divulgação)

Por meio de sensores, o aparelho detecta a pressão aplicada nos dentes, os movimentos, a duração e a frequência com que você escova seus dentes. Esses dados são enviados para um aplicativo que utiliza inteligência artificial. Ao acessá-lo, o usuário pode visualizar relatórios diários, semanais, mensais e anuais com recomendações personalizadas para melhorar a sua saúde bucal. Segundo a empresa, o app avisa até mesmo se você deixou de escovar um dente específico e alerta para você dedicar mais atenção a ele na próxima vez.

Outra solução apresentada pela Philips foi a Fetal and Maternity, que inclui uma espécie de adesivo e um monitor fetal digital para que os profissionais de saúde possam avaliar os sinais vitais da mãe e do bebê à distância, reduzindo as interações físicas entre médicos e pacientes. Para orientar as famílias sobre vacinas, a empresa firmou uma parceria com a GSK para fornecer informações confiáveis nos aplicativos Pregnancy+ e Baby+ sobre doenças e vacinas disponíveis.

Outra tecnologia focada em monitoramento à distância é a Philips Mask Selector, que busca auxiliar pessoas que sofrem de condições crônicas relacionadas ao sono, como apneia. O paciente deve tirar uma foto do seu rosto e, a partir desse escaneamento, é desenvolvida uma máscara personalizada inteligente capaz de monitorar o sono da pessoa e orientá-la sobre como dormir melhor.

A Philips ainda diz que está trabalhando em um projeto para criar estações de acesso virtual que ofereceriam essas soluções de saúde para comunidades com acesso limitado à internet, porém a ideia ainda está em desenvolvimento.