Eis um experimento bem bacana para ver as diferenças entre os “ideais” de beleza feminina em diferentes países: Esther Honig, radiojornalista de 24 anos, teve sua imagem manipulada por artistas de Photoshop de 22 países diferentes. Ela pediu para que eles a deixassem “linda” de acordo com seus padrões nacionais.

Às vezes, as mudanças são enormes: clareamento de pele, novos penteados, maquiagem excessiva e novas roupas e joias. Às vezes, isso é mais discreto – como uma mudança na cor dos olhos, por exemplo. Sobre as imagens, Honig diz:

Elas são intrigantes e perspicazes por si só; cada uma é um reflexo tanto dos conceitos pessoais e culturais de beleza que pertencem a cada pessoa.

O Photoshop nos permite alcançar padrões inatingíveis de beleza, mas quando comparamos essas normas em escala mundial, chegar ao ideal se torna ainda mais inalcançável.

Alguns dos resultados seguem abaixo, e você pode ver todos neste link: [Esther Honig via PetaPixel]


A mulher “ideal” de Marrocos:
woman photoshop beauty (1)
Da Argentina:
woman photoshop beauty (2)
Do Paquistão:
woman photoshop beauty (3)
E da Grécia:
woman photoshop beauty (4)