A Lua fica ENORME em algumas noite, não é? Bom, mais ou menos. Para você — porque apenas o cérebro humano contextualiza que ela está maior em alguns momentos.  É apenas uma confluência de algumas ilusões de ótica que engana sua cabeça.

Mas como? Em primeiro lugar, a lua parece maior, normalmente, quando está perto do horizonte. Um motivo é o maior número de pontos de referência para comparar, como árvores e prédios. Quando a Lua está sozinha no céu, lá no alto, ela parece ser do tamanho “normal”. O nome disso é efeito Ebbinghaus — você parece mais alto quando está perto de uma criança do que quando está perto do Shaquille O’Neal.



Além disso, nossos cérebros estão acostumados ao fato de que coisas no horizonte estão diminuindo, pois estar no horizonte significa estar muito longe. Então, como a Lua não encolhe quando cruza o horizonte, a experiência dos nossos cérebros confunde os sentidos e diz que a Lua está monstruosa. Mas não, o cérebro é que é burro mesmo. A Lua é apenas a Lua de sempre. [YouTube]