Existem algumas coisas que pertencem a um computador. Fios, chips, traquitanas mecânicas zumbindo – o que a maioria de nós pensaria, sensatamente, como “alguma coisa relacionada ao disco rígido”.

Ausentes desta lista – ausentes da maioria das listas, exceto aquelas que lidam com repugnantes vetores de doenças de seis patas – estão as baratas. Uma barata em um disco rígido? Simplesmente não é onde uma barata deveria estar. E, no entanto, lá estão elas, desafiando as leis dos discos rígidos, para não falar da natureza.

O que é responsável por esta abominação? O que há na mente distorcida das baratas que as obrigam continuamente a cometer esse crime específico? Para o Giz Pergunta desta semana, contatamos vários especialistas para descobrir.

Walt Oakhem

Proprietário da York Computer Repair, uma loja de conserto de computadores dos EUA

Elas realmente gostam do calor dos dispositivos eletrônicos – elas encontram um caminho para dentro das televisões, computadores, quase todos os lugares para onde consigam espremer seus corpinhos. Eu vi isso muitas e muitas vezes.

Já vi computadores entrando em nosso centro de serviços infestados de baratas, a ponto de termos que levá-los imediatamente para fora e colocá-los em um saco de lixo e tratá-los como um risco biológico.

Você tende a saber muito rapidamente se uma máquina está infestada – mais de uma vez começamos a desmontar uma máquina e eles começaram a enlouquecer e sair do computador como se estivessem com medo. É terrível. Certa vez, vi baratas saindo de uma TV – elas estavam em todos os pequenos orifícios e aberturas ao redor da parte superior.

Em parte, é apenas nojento, mas pode chegar ao ponto em que destrói ativamente o hardware – já vi situações em que há sujeira ou fezes nos componentes que acabarão por destruí-los.

Você também tende a ver muitas aranhas e tufos de poeira. Ocasionalmente, você verá um pequeno rato, embora isso não aconteça com muita frequência – faz muito barulho lá dentro para eles.

“Elas realmente gostam do calor dos dispositivos eletrônicos”.

Joe Silverman

CEO da New York Computer Help

Fazemos isso há vinte anos e, nesse tempo, vimos baratas mortas, vimos baratas meio vivas, vimos baratas rastejantes. Chegamos ao ponto em que tivemos que embalar um computador. Poucos técnicos se dão bem com coisas que estão rastejando.

Como elas entram lá? Odeio dizer isso – nunca citaria nomes – mas: sujeira. Você pode dizer muito sobre o estado da casa ou apartamento de alguém apenas com base no computador. Se você viu o computador de alguém, sabe o quão bem essa casa é cuidada normalmente.

Quanto ao que atrai as baratas para os computadores – duas coisas. Tem o calor, que elas gostam muito, principalmente no inverno. E então há migalhas. Um usuário típico de computador pode, por exemplo, tomar café da manhã sobre o teclado ou levá-lo para  a cozinha para auxiliar em alguma receita – o que definitivamente está acontecendo muito mais agora, com o coronavírus.

Dito isso, as baratas são raras – quando você as vê, sabe que realmente precisa fazer uma intervenção. É um extremo. Mas também vimos outros insetos. Vimos moscas. Na pior das hipóteses, vimos fezes e urina de animais. Quando a Apple vê algo assim, eles consideram perigoso e se recusam a consertar. Muitas dessas pessoas vêm até nós. Se for assustador demais, não vamos aceitar, mas se for uma perna de inseto ou algo assim, ou se parecer que as baratas já saíram, então, sim, nós vamos arrumar o computador.

Quando as pessoas chegam até nós com problemas como este, eu digo a elas para ficarem atentos às aberturas e ventiladores de seus laptops. Esteja atento ao espaço ao seu redor – mantenha-o limpo. Se você estiver trabalhando em uma mesa, limpe-a, seque-a, certifique-se de que não haja espaço para infestação. Baratas podem facilmente entrar pelas aberturas de ventilação. E você também quer manter as migalhas longe do teclado, porque isso pode levar não apenas a baratas, mas também a larvas, insetos e todas essas coisas divertidas.

“Tem o calor, que elas gostam muito, principalmente no inverno. E então há migalhas”.

Brian Gill

CEO da Gillware Data Recovery

Insetos e eletrônicos se dão bem desde que os eletrônicos existem. O termo de computação bugs (como em software com bugs) foi cunhado na década de 1940, quando uma mariposa foi frita em um dos primeiros computadores. O inseto frito e o registro supostamente estão em algum lugar no museu Smithsonian.

As baratas adoram se esconder em lugares escuros e quentes. Que lugar melhor do que um Playstation morno e quentinho, um computador desktop ou um disco rígido externo? Nojento!

Na maioria das vezes, as pessoas não percebem que entraram lá, até que os aparelhos eletrônicos não ligam mais. Quando você ou um técnico de serviço os abrem, é quando você vê o adorável cocô de barata e, com sorte, as baratas mortas e eletrocutadas que se introduziram no circuito e pegaram fogo. Ou você pode ver uma viva andando por lá e, nesse caso, você vai deixar cair o dispositivo no chão e provavelmente gritar de terror, pelo menos é assim que eu pessoalmente lidaria com isso.

Se você está procurando conselhos sobre como se livrar deles, sou o homem errado. Matá-los com fogo? As pessoas nos enviam os discos rígidos com componentes eletrônicos em curto para reparo temporário (para que possamos recuperar seus dados). Portanto, somos ótimos no trabalho de recuperação, mas não somos especialistas em remoção de baratas.

A única situação menos popular com nossa equipe de engenharia de recuperação de dados é quando gatos urinam em aparelhos eletrônicos. Não ignorem seu gato, gente. Muitas vezes recebemos uma ligação dizendo que houve um derramamento de líquido em um laptop que causou um curto-circuito nos componentes eletrônicos. Água, cerveja, vinho, sem problemas! Mas não há nada como o cheiro na sala durante o trabalho com componentes elétricos com urina de gato seca.

“As baratas adoram se esconder em lugares escuros e quentes. Que lugar melhor do que um Playstation morno e quentinho, um computador desktop ou um disco rígido externo? Nojento!”

Arthur Zilberman

Proprietário da LaptopMD

Com 20 anos de existência, encontramos todos os tipos de consertos estranhos, desde dispositivos infestados de pulgas até buracos de bala nos laptops das pessoas.

Uma das coisas mais difíceis e frustrantes que encontramos são dispositivos cheios de baratas mortas e vivas. A razão pela qual essas pragas gostam de residir dentro de computadores e laptops é porque o interior desses dispositivos é muito quente e escuro.

Os espaços apertados no interior fazem com que se sintam seguras e imitam seu habitat natural. Além disso, o processador e a placa-mãe geram muito calor e geralmente estão localizados próximos ao disco rígido. As baratas não podem entrar na unidade física, mas muitas vezes podem ficar nela e em partes ao redor dela. Dito isso, uma das melhores maneiras de evitar que seu dispositivo seja comprometido por insetos e baratas é garantir que sua casa esteja livre dessas pragas. Além disso, se possível, abra seu desktop mensalmente para verificar se você consegue identificar alguma criatura viva rastejando lá dentro.

A última e mais importante causa dessas infestações é quando o usuário do desktop/dispositivo deixa comida sobre ou ao redor de seu(s) dispositivo(s).

Isso atrai todos tipos de insetos e os tornará mais propensos a rastejar para dentro. Muitas vezes, pequenas partículas de comida podem cair nas muitas rachaduras e fendas localizadas em sua máquina e isso dá a essas pragas um incentivo para explorar mais.

Quanto mais rápido você puder identificar sua presença na máquina, mais rápido você pode impedi-los de botar ovos e se multiplicar lá dentro. É sempre uma boa ideia levar seu dispositivo a um profissional em vez de lidar com o problema sozinho. Se uma ou mais baratas não forem encontradas, elas podem botar seus ovos e trazê-lo de volta à estaca zero. Resumindo, tomar os devidos cuidados, ficar vigilante e manter um espaço limpo ao redor de sua máquina é a melhor maneira de prevenir essas infestações.