Este garoto se chama Luka Apps, ele tem 7 anos e mora no Reino Unido. Ele ganhou dinheiro de Natal e decidiu gastar em um Lego Ninjago Ultra Sonic Raider. Infelizmente, ele perdeu um dos seus bonecos preferidos durante um passeio com o pai, o que fez com que ele ficasse muito triste. Mas em vez de admitir a perda, ele decidiu escrever para a Lego:

Olá
Meu nome é Luka Apps e eu tenho sete anos de idade

Com todo o dinheiro que eu ganhei de Natal eu comprei o kit Ninjago do Ultrasonic Raider. O número é 9449. É muito legal.

Meu pai me levou para Sainsburys e me disse para deixar o pessoal em casa, mas eu fui com eles e perdi o Jay ZX na loja quando ele caiu do meu casaco.

Estou muito triste com a perda dele. Papai me disse para enviar um e-mail para vocês para ver se me mandam um novo.

Eu prometo que não vou levá-lo para a loja de novo.

Luka

Ele rapidamente recebeu um novo bonequinho pelo correio, junto com esta carta:

Luka,

Eu disse ao Sensei Wu que perder seu boneco do Jay foi um acidente e que você nunca mais vai deixar isso acontecer de novo.

Ele me pediu para avisá-lo, “Luka, seu pai parece um homem sábio. Você sempre deve proteger seus bonecos Ninjago como os dragões protegem as armas de Spinjitzu!”

Sensei Wu também me disse que tudo bem se eu mandar outro Jay e também pediu para incluir alguma coisa a mais para você por que qualquer pessoa que economiza o dinheiro do Natal para comprar o Ultrasonic Raider deve ser um grande fã do Ninjago.

Então, espero que você goste do seu boneco do Jay com todas as armas dele. Você vai ter um único boneco do Jay que pode combinar três Jays diferentes em um! Também estou mandando um cara mau para ele lutar!

Lembre-se do que Sensei Wu disse: proteja seus bonecos como as armas de Spinjitzu! E sempre ouça seu pai.

E este, meus amigos, é mais um motivo que faz Lego ser demais. Não faz muito tempo que eles fizeram o mesmo para um garoto de Massachusetts que economizou por dois anos para comprar o Lego Emerald Train para descobrir que ele tinha sido descontinuado. A Lego ficou sabendo da história, encontrou um kit e deu para ele pouco antes do seu aniversário.

Tendo conhecido algumas das pessoas que trabalham lá, eu posso dizer que eles realmente acreditam no que fazem e, por mais que seja um negócio, eles devem ser uma das poucas empresas no mundo que não apenas acreditam em “Não faça o mal” mas também em “Seja bom.” [Adweek]