A UberMedia é como uma mineradora de aplicativos de Twitter, tendo no portfólio o UberTwitter, o Twitdroyd, o Echofon, o TweetDeck e o UberCurrent. Com a compra do TweetDeck, cerca de 20% de todos os tuítes diários passam por apps da UberMedia.

Provavelmente um dos problemas com o UberTwitter é o nome. O Twitter não gosta de aplicativos que usem os termos oficiais da rede em seus nomes, como o termo “tweet”, mas especialmente a própria palavra “twitter”. (E é por isso que o TwitterFon virou Echofon). Duvido que a UberMedia, dona do Twitdroyd, do UberTwitter e do TweetDeck, irá demorar para dar uma resposta ao passarinho. Mas parece que eles ouviram bem o grito de ordem do Twitter deixando claro quem controla o ecossistema da rede. [Twitter]